15/03/2015

16:10

Por: Alberto Silva

Manifestações continuam nas grandes capitais, confira.

Na Avenida Paulista organizadores falam em 1 milhão de pessoas reunidas.

Duas jovens foram detidas no protesto da avenida Paulista e encaminhadas à base comunitária da Polícia Militar na região do Parque Trianon. Uma delas tirou a roupa em cima do carro de som do grupo que pedia intervenção militar e foi presa em seguida. Ela foi xingada de vadia por quem estava próximo. A outra moça foi detida por furto de celular.Paulista

Duas jovens foram detidas no protesto da avenida Paulista e encaminhadas à base comunitária da Polícia Militar na região do Parque Trianon. Uma delas tirou a roupa em cima do carro de som do grupo que pedia intervenção militar e foi presa em seguida. Ela foi xingada de vadia por quem estava próximo. A outra moça foi detida por furto de celular.

Número de manifestantes na avenida Paulista chega a 1 milhão, segundo PM

Pelo Twitter, a Polícia Militar de São Paulo informa que o número de manifestantes na região da avenida Paulista chegou a 1 milhão de pessoas às 15h40 deste domingo (15).

Quatro mil pessoas chegam ao protesto de SP a cada 2 minutos, diz PM

De acordo com o Metrô, citado pela Polícia Militar de São Paulo, 4.000 pessoas chegam ao protesto da avenida Paulista a cada dois minutos. Segundo a PM, é uma informação que agrega para o cálculo de 580 mil pessoas até agora. A estação Trianon-Masp do Metrô foi fechada por excesso de usuários.

Curitibanos dizem “a PM é nossa” em manifestação

Milhares de curitibanos ocuparam as ruas do centro da capital paranaense. Os primeiros números da Polícia Militar ficam em cerca de 100 mil pessoas. Em marcha pela Avenida Marechal Deodoro e calçadão da XV de Novembro, gritam “fora Dilma”, “fora PT”, “vem pra rua”, “a PM é nossa”. Entre os participantes está a agente comunitária de saúde Tatiane Santos, que veio acompanhada de dois sobrinhos, da filha, da irmã e da mãe. “Trouxemos todos para mostrar para eles que esta é a realidade fora das redes sociais. Para verem a força que o povo tem”, disse.

Vinte mil pessoas se juntam para protesto contra Dilma em Goiânia

Dados da Policia Militar de Goiás apontam que cerca de 20 mil pessoas fazem o protesto contra Dilma em Goiânia. A concentração começou na Praça Tamandaré e segue a avenida 85. De acordo com a PM, a marcha transcorre pacificamente.

Blusas vermelhas geram vaias e xingamentos de manifestantes na Paulista

Duas pessoas com blusas vermelhas apareceram em uma das janelas do predio do Juizado Especial Federal, na Paulista, e foram vaiados e xingados pelos manifestantes.

PM diz que avenida Paulista conta com 580 mil pessoas

A Polícia Militar atualizou a estimativa de público na avenida Paulista, que aumentou de 240 mil para 580 mil pessoas. Uma chuva começou a cair e o público correu para se proteger debaixo de bandeirões do Brasil ou com capas de chuva. Apesar disso, não há dispersão dos manifestantes.

Em Londres, paulista defende reforma política e fim da imunidade parlamentar

Ao lado de manifestantes pedindo o impeachment da presidente e a intervenção militar em Londres, José Itamar, 34, falava em reforma política, mas com financiamento privado das campanhas e mudanças no cálculo dos votos. O paulista defendia o fim da imunidade parlamentar e punição rigorosa envolvidos em corrupção. “A gente devia criar um mecanismo muito simples: todo politico envolvido em corrupção devia fazer trabalho comunitário forçado, recebendo um salário mínimo, que seria usado para pagar o prejuízo aos cofres públicos, mesmo se levasse a vida toda”. Segundo ele, Dilma precisa sair pois “não tem condições de defender os interesses do Brasil”.

Na segunda manifestação no Rio, ativistas falam em “morte do PT”

Na igreja da Candelária, no centro do Rio de Janeiro, cerca de 500 pessoas, de acordo com a Polícia Militar, se reúnem para a segunda manifestação do dia na cidade. O grupo pede o impeachment da presidente Dilma Rousseff e até intervenção militar. Em um trio elétrico onde os manifestantes fazem discurso, uma faixa diz: “Aqui aconteceram as Diretas Já. Daqui partiu o impeachment do Collor. Daqui um novo Brasil tem que nascer com a morte do PT”. Outra faixa clama “diga não ao comunismo”. Bandeiras do Brasil ilustram a manifestação

Balanço: Protestos contra governo reúnem mais de 390 mil pessoas em 16 Estados e no DF

Mais de 350 mil de pessoas protestaram contra o governo federal neste domingo (15) em diversas capitais do país, sem registro de incidentes até o momento. Muitas cidades têm protestos marcados para esta tarde. O número de manifestantes em cada Estado foi divulgado pela Polícia Militar local. Em Brasília, até 240 mil pessoas se reuniram.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

76

Clique aqui