16/03/2017

16:23

Por: Alberto Silva

MAIS UM ministro de Temer foi delatado pela Odebrecht! VEJA!

Seis ministros do governo de Michel Temer estão na lista de pedidos de inquéritos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Mais um ministro de Temer apareceu na lista de Janot.

Segundo matéria divulgada pelo site ‘Msn’, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, está entre os nomes incluídos nos pedidos de abertura de inquérito entregues pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra políticos, assim como ao menos 10 governadores, de acordo com a TV Globo e o jornal Folha de S.Paulo.
Pereira é o sexto ministro do governo Temer citado na lista de Janot, que também pediu abertura de investigação contra Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia e Comunicações), Aloysio Nunes (Relações Exteriores) e Bruno Araújo (Cidades), de acordo com reportagens publicadas após o envio dos pedidos.

SAIBA MAIS sobre a Lista de Janot:  A lista contém 80 nomes e todos com pedidos de investigação contra ministros e parlamentares com base nas delações da Odebrecht. “O presidente Michel Temer vai tentar manter o clima de normalidade e focar em agendas positivas para desviar a atenção do assunto. No Congresso, porém, a avaliação é de que as revelações deverão afetar a agenda de votação tanto na Câmara como no #Senado. Para parlamentares, o ritmo das votações vai depender do impacto da nova lista no mundo político. No Senado, os pedidos de abertura de inquérito podem atingir nomes importantes do PMDB e do PSDB e inviabilizar a votação da segunda etapa da repatriação de recursos de brasileiros depositados ilegalmente no exterior, considerada prioritária para os Estados em crise. Também citado por executivos da Odebrecht, o #presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convocou uma reunião de líderes para esta terça-feira, 14, para definir o comando das comissões permanentes da Casa, mas abandonou a ideia de colocar em votação nesta semana o projeto sobre terceirização, considerado polêmico pela oposição.

Pereira é o sexto ministro do governo Temer citado na lista de Janot".

O Presidente Temer decidiu que não irá a público para defender auxiliares e aliados citados em #delações premiadas. Este acredita que não deve se envolver  no momento. Entretanto, o mesmo pediu cautela na análise dos casos, para evitar erros políticos na esteira dessa turbulência.

 

[Via Agência de Notícias.]

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

110