11/03/2016

23:21

Por: Alberto Silva

Lula pode ser preso a qualquer momento – Juíza decreta sigilo na investigação contra Lula em São Paulo

Magistrada afirma que análise do pedido de prisão do ex-presidente ‘demandará tempo’ mas, poderá ser a qualquer momento.


Warning: file_get_contents(https://free.sharedcount.com/?url=https%3A%2F%2Fpensabrasil.com%2Flula-pode-ser-preso-a-qualquer-momento-juiza-decreta-sigilo-na-investigacao-contra-lula-em-sao-paulo%2F&apikey=a2ad8859171bb2d2344e31170cd248e9846315ac): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 401 Unauthorized in /home/pensabrasil/www/wp-content/themes/pensabrasilportal/inc/share-bar.php on line 10

A juíza Maria Priscilla Veiga Oliveira decretou sigilo nas investigações do Ministério Público de São Paulo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, porém prisão poderá ser decretada a qualquer momento. Em despacho divulgado à imprensa nesta sexta-feira à tarde, a juíza afirmou que a análise da denúncia e do pedido de prisão feito pelos promotores paulistas contra o petista “demandará algum tempo”.

A juíza ressaltou que se trata de um “processo de elevada repercussão social” com pedidos de medidas cautelares “sérias”. Ela explicou que a denúncia do MP tem 36 volumes que ainda não foram digitalizados.

“Trata-se de processo de elevada repercussão social, em que há acusações contra ex-presidente da República e requerimento de medidas cautelares sérias”, afirmou a juíza em despacho encaminhado aos promotores.

Dois dias após o Ministério Público oferecer denúncia contra Lula e pedir a prisão preventiva dele, o Tribunal de Justiça isolou a 4º Vara Criminal, onde a juíza é titular, no Fórum Criminal da Barra Funda, na Zona Oeste de São Paulo. Segundo funcionários, p corredor de acesso ao local foi fechado para dar tranquilidade para a juíza Maria Priscilla trabalhar.

Advogados que têm processos na 4º Vara e precisam despachar com a juíza estão sendo atendidos. O acesso é feito por outro acesso. Porém, antes, precisam se identificar a policiais militares.

O Ministério Público de São Paulo pediu a prisão preventiva do ex-presidente Lula no processo que investiga a suspeita de crimes de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica relacionados ao tríplex 164-A do Edifício Solaris, no Guarujá (SP).

Na denúncia divulgada nesta quinta-feira, os promotores Cássio Conserino, José Carlos Blat e Fernando Araújo escreveram ser “imprescindível o decreto da prisão preventiva, em razão da conveniência da instrução criminal” e por entenderem que o ex-presidente poderá “movimentar sua ‘rede’ violenta de apoio, para evitar que o processo crime que se inicia tenha seu curso natural”.

Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins afirmou que “Lula jamais se colocou contra as investigações ou contra a autoridade das instituições. Mas tem o direito, como qualquer cidadão, de se insurgir contra ilegalidades e arbitrariedades. Não há nisso qualquer ilegalidade ou muito menos justificativa jurídica para um pedido de prisão cautelar.”

Veja na íntegra a nota da juíza Maria Priscilla Veiga Oliveira:

Trata-se de processo de elevada repercussão social, em que há acusações contra ex-Presidente da República e requerimento de medidas cautelares sérias.

Neste momento saliento que o processo apresentado pelo Ministério Público do Estado de São Paulo possui 36 volumes, ainda não findo o processo de digitalização, e já existem habilitações de procuradores de alguns denunciados, e para a análise da viabilidade da acusação, bem como dos pedidos cautelares formulados, necessária a detida apreciação de todo o material apresentado, o que demandará algum tempo.

Mantenho, presentes os requisitos legais, o segredo de justiça do processo.

Divulgue-se esta decisão, a despeito do segredo, pela assessoria de imprensa do TJSP, para elucidar à população o andamento do feito que terá seu curso no estrito termo da Lei

(Via agência)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

57

Clique aqui