19/10/2018

11:01

Por: Guilherme Silva

Lula critica PT por postura de Haddad e admite vitória de Bolsonaro

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Lula critica PT por postura de Haddad e admite vitória de Bolsonaro




aqui

Lula critica PT

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anda descontente com a postura de Fernando Haddad como candidato pela legenda à presidência da república. Nessa semana, Haddad mirou nas igrejas

e até mudou o seu programa de governo pela terceira vez. Nesta quinta-feira, 18 de outubro, após não reverter o jogo contra o deputado federal Jair Bolsonaro, do PSL, nas urnas, ele acusou o

líder de direita de caixa 2.

Lula critica perda de identidade do PT e diz que Bolsonaro já ganhou eleição




Haddad já pedia na justiça a inelegibilidade de Bolsonaro e seu vice, General Mourão, por 8 anos. Agora estuda até pedir a prisão do candidato. Quem não tem gostado de tantas mudanças é Lula.

De acordo com informações do jornalista Maurício Lima, da Veja, Lula tem criticado o que ele chama de perda de identidade do Partido dos Trabalhadores.

“Não somos nós”, teria dito o petista ao comentar o assunto diretamente da cadeia. Lula está preso na sede da polícia federal, em Curitiba, no Paraná. Desde o início do segundo turno, o candidato

do PT, Fernando Haddad parou de visitar o seu guru. Ele também aboliu o vermelho e tem dado entrevistas a frente da bandeira do Brasil, táticas de Bolsonaro desde antes das eleições.

Para Lula, somente grande escândalo tiraria a vitória de Bolsonaro




Faltando pouco mais de uma semana para a votação do segundo turno, Lula já jogou a toalha. Ele acredita que apenas um enorme escândalo seria capaz de tirar a vitória do líder do PSL. A

tentativa de escândalo do PT foi tentar acusar o político de caixa 2 por disparos de terceiros no WhatsApp, prática que na web até o próprio PT utiliza e que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não

tem qualquer tipo de controle.

A grande mídia, tirando a Folha de São Paulo, não deu grande destaque à suposta denúncia. O próprio jornal, que diz que os gastos teriam sido em torno de R$ 12 milhões, não deu provas de




como tudo aconteceria.

Hoje, ao mostrar as empresas que fariam isso, o próprio jornal evidenciou que interlocutores negam a participação de Bolsonaro e sua campanha nos chamados ‘disparos ilegais do WhatsApp’.

Lembrando sempre que você torcedor e que gosta de política pode assinar nosso noticiário e ter com exclusividade e de graça todo o melhor conteúdo do esporte. Para isso, basta clicar no

ícone de sino, que está localizado no lado esquerdo inferior da tela do seu computador ou celular. Em seguida, basta autorizar o recebimento das mensagens. Pronto, você está conectado com o

melhor da informação.




 

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

28
PENSA BRASIL NOTÍCIAS