29/09/2017

16:44

Por: Grego Neves

Conheça as novas leis trabalhistas aprovadas em 2017

A reforma trabalhista marcou o início de diversas discussões e é importante ficar atento sobre o que foi mudado e sobre o que permanece igual

Conheça as novas leis trabalhistas aprovadas em 2017

No meio do ano, o congresso aprovou mudança nas #leistrabalhistas, deixando muitos brasileiros preocupados. Isso porque algumas alterações não foram bem explicadas, deixando muitas pessoas confusas.

A reforma trabalhista marcou o início de diversas discussões e é importante ficar atento sobre o que foi mudado e sobre o que permanece igual.

Quer saber mais sobre as novas leis trabalhistas? Fique atento com as novidades que podem surgir

Veja abaixo o que mudou com a #reformatrabalhista.

Veja o que mudou nas leis trabalhistas com a reforma

Conheça as novas leis trabalhistas aprovadas em 2017

Carga horária de trabalho

A jornada de trabalho era de 8 horas por dia, sendo 44 horas semanais e 220 mensais, permitido apenas 2 horas extras por dia.

Estas regras não mudaram, o que foi alterado é que agora, o funcionário poderá #trabalhar 12 horas consecutivas, desde que cumpra 36 horas de descanso.

Período de trabalho dentro da empresa

O #períododetrabalho englobava o tempo em que o trabalhador ficava à disposição da empresa, incluído os momentos em que aguardava o início de suas funções.

Agora, o tempo de descanso, almoço, interação com colegas, troca de uniforme e outras atividades

que não sejam relacionadas com a sua função não mais são consideradas dentro da jornada de trabalho.

Conheça as novas leis trabalhistas aprovadas em 2017

Período de descanso

O tempo de descanso pode ser acordado entre o empregado e a empresa. Contudo, o limite mínimo é de 30 minutos, sendo acarretado multa de 50% do valor da hora de trabalho, caso este período não seja concedido.

Férias

As férias passam a ser fracionadas em até três períodos, caso seja negociada entre o funcionário e o empregador.

No entanto, um destes intervalos não poderá ser menor que 14 dias corridos e os demais não poderão ser inferior a 5 dias, cada um.

Essas regras são para todos os #trabalhadoresbrasileiros que possuem carteira assinada.

Quer saber mais sobre as novas leis trabalhistas? Fique atento com as novidades que podem surgir.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

116

Clique aqui