01/10/2015

11:44

Por: Alberto Silva

‘Juiz Moro’ bate o pé e tenta salvar a Lava Jato, mesmo sob ataque de todos os lados

O que tem acontecido nos últimos dias é coisa de louco, um Juiz Federal sendo atacado por todos os lados por fazer o seu trabalho contra os corruptopatas, aqueles que estão destruindo o Brasil e que como a 'cosa nostra' italiana, querem matar a Lava Jato e se duvidar até o Juiz Moro, meio sozinho, sem contar com o povo nas ruas, corre sério risco.

O ‘herói’ da Lava Jato,Juiz Sérgio Fernando Moro, disse buscar inspiração em um juiz italiano nos momentos difíceis da operação.

Trata-se de Giovanni Falcone, um precursor da Mãos Limpas morto pela Cosa Nostra em 1992. Antes de ser assassinado ele comandou um processo que culminou com a prisão de centenas de mafiosos.

“Em situações de dificuldade, leio livros sobre ele, e penso: ‘bom, o buraco dele era bem mais fundo do que o meu’. E vamos para frente.”

Moro tem dito seguidamente que: “A corrupção não é um problema só do poder público. Ele  não age sozinho: há sempre alguém disposto a fazer pagamento de propina”.

E em diversos eventos recentes, Moro criticou também o foro privilegiado para parlamentares e políticos, dizendo que isso contraria ‘o senso básico de Justiça, segundo o qual todos devem ser tratados da mesma forma perante a lei’. Ele afirmou, porém, que atualmente “foro privilegiado não é mais sinônimo de impunidade, e o caso do mensalão é um exemplo disso”.

E assim, segue o Juiz Moro, batendo o pé, fazendo seu trabalho pago pelo dinheiro dos impostos dos brasileiros, fazendo história contra uma catrefa de espíritos trevosos apegados demais ao poder, ao dinheiro e, sobretudo, à vida fácil através da marajíce que a politicalha proporciona.  (Com informações de El País) Via FCS

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

57

Clique aqui