22/11/2015

20:11

Por: Alberto Silva

Incrível, Cão Rottweiler chora a morte de irmão e emociona a web

Um vídeo comovente em que um cachorro da raça Rottweiler fica ao lado do seu irmão morto e permanece com o olhar triste e choroso, chama as pessoas para uma reflexão sobre como os animais se comportam diante da morte de seus entes queridos, e deixa uma pequena duvida: Como ajudar cães e gatos no processo de luto pela morte de seus companheiros?

Você não vai acreditar, emocionante esse vídeo. A história do vídeo do cachorro que chora a morte do companheiro foi postada pelo seu tutor Brett Bennet no Facebook e Youtube. Brett conta que o rottweiler Hank faleceu enquanto dormia e o vídeo foi gravado meia hora depois, com o cão Brutus se recusando a sair de perto do irmão.
Os dois cães foram resgatados e adotados por Brett. Ele disse que nunca viu Brutus chorar e pede que as pessoas compartilhem essa história para que todos vejam que os cachorros têm sentimentos…
“Brutus não quer que o irmão o abandone e não vai se mover, deitado sobre a cabeça de Hank. Brutus nunca chorou ou choramingou nos dois anos que o tenho, mas claramento você pode ver nos seus olhos que ele está chorando por seu irmão. O mundo ao redor dele desabou(…) Não deixe Hank morrer em vão. Compartilhe, compartilhe, compartilhe“,

Perda de apetite, olhar triste, desânimo, uivo e distanciamento, podem indicar que seu Pet está sofrendo com a ausência ou morte de seu companheiro. Essa depressão pode durar por meses, e é sempre indicado procurar um veterinário qualificado que possa orientar na maneira de como se deve agir nesses casos.
O tempo costuma ser o melhor remédio, pode demorar algumas semanas ou alguns meses e só se torna de fato preocupante casos os sintomas sejam muito graves.
Uma das primeiras coisas a serem feitas é nunca mencionar o nome do antigo companheiro.
Adotar um outro animal pode ser uma boa ideia , desde que se respeite a idade dos animais e temperamentos. “Colocar um filhote com um animal mais velho pode não ser uma boa ideia”.
Uma boa dica para saber se o animal em luto está apto para receber um novo companheiro, é pegar emprestado o pet de um amigo e deixar que eles brinquem juntos. Veja como seu cachorro ou gato reage e se isso ajuda ou não. Se ele se ajustar ao outro amiguinho, ele pode estar pronto. Senão, é melhor esperar.
Nestes casos de uma nova adoção, deve-se entender que o comportamento dos cães e o dos gatos são diferentes. Entre os gatos haverá disputa pelo território que ficou vago, já que os bichanos, mesmo que os donos não percebam, tem um “acordo” para dominar determinados espaços.
Já entre os cães, no caso da morte de um animal “dominante”, há disputa por “status” pelos que ficaram, como a de definir quem vai comer primeiro ou chegar primeiro para cumprimentar o dono. “Eles brigam por um lugar numa determinada hierarquia”

Mas não esqueça: a peça mais importante nessa recuperação é você, o seu amor e a sua amizade. Procure fazer brincadeiras interativas com o animal para que ele não fique entediado. Brinque, deite, role, corra… em suma , seja amigo do seu pet nesse momento tão difícil para ele.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

101