16/12/2016

17:18

Por: Alberto Silva

Gretchen comemora vitória na Justiça contra Youtuber que ofendeu sua honra, veja…

"Uma revista famosa me procurou para uma entrevista. Estou mais famosa que nunca! Esse ano de 2016 literalmente foi o meu ano de conquistas. Sou inimputável

Mesmo morando em Paris, na França, Gretchen está ligada aos comentários sobre ela aqui no Brasil e resolveu entrar com uma ação (cível e criminal) por danos morais contra a youtuber Tulla Luana, de Sumaré, município do Estado de São Paulo. Segundo a cantora, a moça vem publicando vídeos com xingamentos a ela e ao filho transgênero, Thammy Miranda.

A eterna rainha do bumbum ganhou nesta quinta-feira uma decisão favorável no Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJ-ES) em que manda tirar do ar os vídeos em questão no prazo de 72 horas e proíbe a youtuber de citar o nome da artista, sob pena de multa diária de R$ 2 mil, até o limite de R$ 50 mil. A ação incluiu a empresa Google, dona do YouTube. A cantora pede ainda uma idenização por danos morais.

Youtube se diz “inimputável”

"Essa história de inimputável não vai colar. Se ela é interditada, o representante dela é responsável pelos atos dela.

Por meio de uma rede social, a youtuber se manifestou sobre o ocorrido, mas sem citar o nome de Gretchen. No post feito na madrugada desta sexta-feira, Tulla volta a xingar a mãe de Thammy e se diz “inimputável”.

“Uma revista famosa me procurou para uma entrevista. Estou mais famosa que nunca! Esse ano de 2016 literalmente foi o meu ano de conquistas. Sou inimputável, sim. E o magistrado que me condenar estará infringindo o código penal brasileiro. Que vou pagar R$ 2 mil o quê? Acordem para a vida! EU falei tantas verdades dessa meretriz que ela ficou fora de si. Mas eu consegui. E para falar que uma pessoa é exemplo de alguma coisa, é preciso ver o passado! Eu tenho muito orgulho de mim”, escreveu.

Os vídeos com insultos à Gretchen e familia foram retirados do ar na noite desta quinta-feira pela própria youtuber. O site de buscas Google informou que “não comenta casos específicos”.

Ao Pensa Brasil, Tulla, de 46 anos, revelou que era fã de Gretchen quando era criança e que passou a criticar a postura da ex-dançarina depois que ela resolveu participar do programa “A fazenda”. A Youtube diz que costuma comentar reality shows em seu canal desde 2010. Ela conta ainda que resolveu fazer comentários sobre a mãe de Thammy depois que ela virou youtuber.

Ao Pensa Brasil, Tulla, de 46 anos, revelou que era fã de Gretchen quando era criança e que passou a criticar a postura da ex-dançarina depois que ela resolveu participar do programa “A fazenda”. A Youtube diz que costuma comentar reality shows em seu canal desde 2010. Ela conta ainda que resolveu fazer comentários sobre a mãe de Thammy depois que ela virou youtuber.

“Não falei nada demais, só disse o que eu penso em relação a ela. Ela está dizendo que eu tenho inveja dela. Para mim, ela não é uma youtuber. Para mim, ela é uma cantora e atriz pornô que quer ganhar um dinheirinho a mais. E quanto ao processo que ela move contra mim, quero dizer que eu sou inimputável, tenho esquizofrênica há mais de 11 anos, vivo de INSS e do meu auxílio doença”.

“Essa história de inimputável não vai colar. Se ela é interditada, o representante dela é responsável pelos atos dela. A Gretchen é uma pessoa pública, e você comentar sobre uma pessoa pública é uma coisa, agora, você acusar a pessoa de crime, é outra. Ela acusou a Gretchen de maus tratos com a filha. Tudo isso ultrapassou o limite do aceitável. Estamos movendo dois processos: um cível e um criminal. No cível, pedimos que ela e o Youtube retirem os vídeos do ar, e pedimos uma indenização por danos morais. Minha cliente não quer dinheiro, ela está em busca de Justiça. Mas o que vier, vai servir para mostrar que o respeito tem que estar acima de tudo”.

(Via Redação)

 

 

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

58

Clique aqui