17/08/2016

10:40

Por: Alberto Silva

Golpe do PT em andamento, Lula convoca petistas e comemora virada. Dilma não cairá.

Sinais mostravam. Postura incoerente com provável situação de derrota.
PT quieto.
Lindemberg, Grazziotin e Gleisi, com eventuais intervenções de Humberto Costa, lutando com todas as armas, no processo no Senado.
Odebrecht calado e resignado, mesmo com tudo indicando final trágico para seus interesses, com o mesmo valendo pra Zé Dirceu.
Tropa de Choque do partido emudecida.
Lula cada dia mais arrogante, ameaçando aos oponentes, afirmando que lhe pedirão desculpas de joelhos e falando sobre possíveis mortes por vir.
Sem sentido também ver Levandowski, Toffoli e Teori, jogando carreira fora, na teimosia de defender Governo deposto.
Movimentos Sociais e Sindicatos, depois de muito ameaçarem, se calaram.
Tudo muito estranho. Morcego (***) trouxe BOMBA. Peças unidas. Claro igual água em Bonito (MS).
Bonito, “heim” Sr Lula?

Eles pensavam que podiam me derrotar!…Babacas!…

Detalhando “Modus Operandis” da Máfia travestida de Partido.
Primeira exigência: Ter um caminhão de dinheiro.
Para Lula se configura como detalhe.
Esticar ao máximo o processo, passando a imagem que todos os trâmites foram religiosamente seguidos, atestando legalidade do Processo.
Lançar boatos na Internet. Cristalizar abatimento junto aos opositores, acalmar e organizar aliados.
Colocar várias possibilidades de táticas de reação. Todas sem muito sentido, por não terem força para alcançar efeito desejado.

Odebrecht faria delação contra Temer?
E daí?  Opinião pública não tem força. O que vale é o desejo de cada Senador.
Criar Clima de Revolução Civil?
Não há Logística nem “Clima” para tal…
“Apagar” um ou outro?
Perda de tempo. Banco com muitos substitutos.
Chantagear pessoas chaves?
Perdeu poder de fogo. Virou arroz de festa. Ninguém mais se importa com imagem, no País da Inversão de Valores.

Jogo de cena. Possibilidades plantadas servem apenas para desviar foco, para a trama em andamento. Encher oposição de otimismo. Desarmá-la e preparar o grande Golpe. Fulminante e sem chances de reação, organizado em cada detalhe. Golaço no apagar das Luzes.

Sou corrupto. Mas quem não é?

Lula comprou 8 Senadores. Parlamentares comprometidos a mudar o voto. Negociação fechada antes mesmo da decisão na Câmara de Deputados…
Fala-se em quantias astronômicas e promessas de Vida de Sultão, quando Lula se tornar Czar.
Aguardam apenas o momento certo.
Depois de desgastantes debates no Senado, teremos mais uma votação, pra decidir se vai ao julgamento final, comandado por Levandowski. (Peça Chave).
Desde o início sabiam. Na Câmara não teriam 2/3 e seria muita gente pra comprar.
Se calaram diante da primeira etapa no Senado. Eram necessários apenas 50% + 1 – Causa perdida.
O mesmo vale para a próxima. Os “comprados” novamente votarão em favor do Impeachment.
Placar girará entre 55 a 58 votos pró queda de Dilma, para orgasmos da Oposição.
Dia 31/07 população irá às ruas. E daí?
Ninguém está interessado no que pensa o Povão.

É Peixe!… Precisava de aporte financeiro. Me vendi.
Tá difícil pra todo Mundo. A Night tá cara.

Passada segunda fase, Levandowski assume. Circo começa. Com a malandragem peculiar, o Presidente do STF levará discussões em banho maria, mas sempre evidenciando falta de provas. Tudo muito sutil, como manda a cartilha.
No julgamento final, os “vendidos”, terão duas opções:
Não comparecer ou afirmar terem mudado o voto, diante da falta de provas demonstrada no julgamento jurídico.
Três nomes ecoam como certos. Fernando Collor, Romário e Cristóvam Buarque. Outros prováveis seriam do DEM, PP e PSB.
Pais em choque. Petistas comemorando.
Resultado surpreendente. Calcula-se o máximo de 51 votos, não alcançando exigido pra confirmar Impeachment (54 de 81).
Logicamente que a Nação entrará em ebulição. Povo sairá às ruas. Possibilidade também pensada.
Militância aguarda o chamado. Haverão confrontos. Vítimas fatais servirão como argumento para os “Vencedores”.
Alegarão terem enfrentado processo extenso. Todos se manifestaram e argumentos mostraram ser um Golpe. Culparão golpistas pelo caos. Afirmarão estarem estritamente dentro da Lei, sendo o Governo Dilma Legítimo. Eleito nas Urnas e confirmado nos Tribunais Politico e Jurídico do Congresso.
Viveremos dias de Caracas e o “Podre” do Lula se tornará o Homem mais Forte da História do Brasil, tendo base legal (aí entram Toffoli, Teori, Fachin & Cia), pra fazer o que bem entender com o País.
Instalada a República Bolivariana Socialista Lulista Brazilis. Sai a bandeira Verde Amarela. Entra a Vermelha.
Opositores de malas prontas ou perseguidos.
Aliados de nariz em pé. “otoridades” constituídas e Poderosas.
E Agora?
Vamos continuar comemorando o ovo bem guardado no entrepernas galináceo ou reagiremos, antes que o pior aconteça?

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

100