05/08/2018

20:19

Por: Guilherme Silva

General Villas Bôas solta grande “BOMBA” sobre a eleição!

General Villas Bôas solta grande "BOMBA" sobre a eleição!

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

General Villas Bôas solta grande “BOMBA” sobre a eleição!

O Comandante máximo do Exército brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, se manifestou  por meio de um forte aqui

alerta a respeito da situação dos militares que almejam se debruçar sobre a campanha eleitoral deste ano no Brasil.

Um dos mais respeitados militares das Forças Armadas, general Eduardo Villas Bôas, foi enfático ao se expressar

General Villas Bôas solta grande "BOMBA" sobre a eleição!

sobre a atual conjuntura política brasileira. O militar da mais alta patente, contudo,  divulgou uma nota informativa

relacionada à orientações de visitas  de candidatos à organizações militares.

Documento do Exército

Segundo o documento divulgado pelo site O Antagonista, o propósito seria “proporcionar tratamento isonômico de

modo que evite atos que  possam ser questionados como indevidos”. De acordo com o documento apresentado,

qualquer visita deve ser agendada de modo prévio. Além disso, tudo deve ser informado ao escalão superior. Ou seja,

candidatos a cargos eletivos que visitem organizações militares, devem seguir algumas regras. Essas regras são

direcionadas a subordinados.

Ainda de acordo com o comandante do Exército, se não houver cumprimento das regras impostas, algumas ações

serão implementadas. Se em uma das ações o candidato comparecer, sem que haja aviso prévio, deve-se tomar uma

ação concreta. Simplesmente, o político deverá ser conduzido ao setor de comunicação social. Ao se dirigir a esse

setor, o mesmo deverá estar acompanhado de um militar.

Uma outra ação que deve ser rigorosamente cumprida, é que os contatos devem ser registrados por meio de vídeo ou

fotografia. Entretanto, em hipótese alguma deve ser divulgado em redes sociais ou em aplicativos de mensagens.

Vale lembrar que gravações por parte de equipes de candidatos estão expressamente proibidas.

Os militares devem evitar se posicionar sobre eleições durante conversas informais. Ou mesmo que ocorram a

respeito de temas relacionados a isso. Outro fator que deve-se levar em conta, é que está vedada a distribuição de

propaganda eleitoral. Incluem-se  nessa proibição a entrega de “santinhos” ou outros materiais dentro de instalações

do Exército.  Os militares que são candidatos também não poderão realizar campanha estando fardados.

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

31
PENSA BRASIL NOTÍCIAS