11/04/2017

11:17

Por: Alberto Silva

Ex-secretário de Cabral e dois empresários são presos em operação pela PF!

Nova fase da Lava Jato no Rio, batizada de Fatura Exposta, investiga fraudes no fornecimento de próteses na área da Saúde

Ex-secretário de Cabral e dois empresários são presos em operação pela PF!

Secretário Estadual de Saúde do Rio, Sérgio Côrtes: MP investiga desperdício de medicamentos.

A #Polícia Federal (PF) cumpriu na manhã desta terça-feira mandados de prisão e de busca e apreensão contra o ex-secretário de Saúde do Rio Sérgio Côrtes e os empresários Miguel Iskin, presidente da Oscar Iskin, uma das maiores distribuidoras de material médico, e de seu sócio, Gustavo Estellita Cavalcanti Pessoa.

Os mandados fazem parte da nova fase da Operação Lava Jato no Rio, deflagrada nesta terça.

Segundo a PF, as investigações foram iniciadas há cerca de 6 meses e os servidores públicos envolvidos no esquema direcionavam licitações para beneficiar empresários investigados em troca do pagamento de propina no valor de 10% dos contratos.

 

Côrtes foi secretário de Saúde de Sérgio Cabral entre 2007 e 2013 e foi preso em seu apartamento na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Os três serão encaminhados para a Superintendência da PF no Rio. A #operação, batizada de Fatura Exposta, investiga fraudes em procedimentos licitatórios do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) e da Secretaria Estadual de Saúde.

Cerca de cem agentes da PF cumprem três mandados de prisão preventiva, vinte mandados de busca e apreensão e três mandados de condução coercitiva, na capital fluminense e nos municípios de Mangaratiba e Rio Bonito, no Estado do Rio.

As ordens judiciais foram expedidas pelo juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

Segundo a PF, as investigações foram iniciadas há cerca de 6 meses e os servidores públicos envolvidos no esquema direcionavam licitações para beneficiar empresários investigados em troca do pagamento de propina no valor de 10% dos contratos.

Os #presos serão indiciados por corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Côrtes é um dos integrantes da famosa farra em Paris em que membros do governo de Sérgio Cabral dançaram com guardanapos na cabeça. Em novembro do ano passado, a coluna Radar registrou que ele havia decidido fazer um post moralista nas redes sociais.

Atribuindo um texto sobre as oportunidades de corromper ao #juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato, o ex-secretário diz: “Muito interessante essa reflexão do Juiz Sergio Moro”.

Um trecho do texto diz que “os políticos de hoje foram ontem oportunistas e senão mudarmos a estrutura de valores de nossa sociedade e trazer a Ética e a Moral como pilares do comportamento nunca seremos um povo realmente honesto e justo.”

Em 2013, Côrtes foi condenado por desviar 10 milhões de reais da #Saúde para pagar campanhas publicitárias.

 

 

 

 

Galeria
Diversos |
1 de 4
Ex-secretário de Cabral e dois empresários são presos em operação pela PF!

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

76

Clique aqui