04/01/2017

08:21

Por: Paes

Ex-ministro de Dilma diz que Governo de Temer é uma catástrofe para o Brasil, veja…

Em entrevista, ex-ministro de Dilma comentou sobre gestão do atual presidente e ações do juiz Sérgio Moro

Em uma entrevista, o ex-ministro do governo de Dilma falou a respeito da posse de Michel Temer e sobre a atuação do Juiz Sérgio Moro na Operação Lava Jato. Na opinião do ex-ministro, os áudios encontrados de Dilma e Lula impulsionaram de alguma forma o impeachment. José Eduardo Cardozo, disse também que o ex-presidente Lula influenciou no impeachment de Dilma Rousseff.

Veja o que o site Notícias ao Minuto disse sobre o assunto:

“Nesse caso, um dos fatores que impulsionou e propulsionou o impeachment foi a divulgação desses áudios feita em total desconformidade com aquilo que a legislação brasileira determina”, afirmou. O advogado pôs em dúvida a parcialidade do magistrado. “Se realmente as coisas se confirmarem que para alguns a lei vale e para outros a lei é só sorrisos, afetivamente vai mal a coisa.

O Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo volta ao seu cargo de procurador do município d SP. Ele estava afastado desde 1994 quando assumiu a vaga de vereador, o ex-ministro demonstra ser totalmente contra o impeachment de Dilma, diz também que os áudios deveriam ser investigados e que o governo de Temer está acabando com o Brasil.

O ex-ministro também criticou a gestão de Temer. “É um desastre em todos os sentido. Um governo de homens brancos, sem mulheres, conservadores e que seguiu uma linha política que não foi a que elegeu a chapa Dilma-Temer”, disse.

Cardozo destacou o nome de Lula como o de alguém que pode promover unificação de movimentos de oposição ao governo. “Sem sombra de dúvida Lula me parece um excelente nome que pode unificar toda a esquerda”, afirmou. “Acredito que ele demonstrará sua inocência e espero imparcialidade na decisão. Mas acho que tem um conjunto de pessoas que tem muito interesse em atingi-lo na sua imagem para que ele não seja um forte candidato em 2018”, disse.

O site Regional Press também falou sobre acontecido:

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o ex-ministro da gestão de Dilma Rousseff comentou o atual governo de Michel Temer e a atuação do juiz Sergio Moro, responsável pela operação Lava Jato.

Na opinião de Cardozo, a divulgação dos áudios de conversas entre Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva auxiliou o processo de impeachment. “Se os áudios envolviam indícios de crime, teriam que subir para o Supremo em sigilo, segundo a lei. Se não envolviam, teriam que ter sido incinerados”, defendeu.

(Via Agência de Notícias, Notícias ao Minuto e Regional Press)

 

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

95