21/06/2016

02:31

Por: Alberto Silva

Em ato no Rio, Lula diz que as pessoas vão ter que ‘colocar a mão no bolso’

Com Jandira, o Rio passa a ter nove pré-candidatos à prefeitura.

No lançamento da pré-candidatura da deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) à Prefeitura do Rio, o ex-presidente Lula falou sobre o fim do financiamento empresarial de campanhas eleitorais e disse que as pessoas “terão que enfiar a mão no bolso” para contribuir com a campanha.

Ele lembrou campanhas do início de sua vida política e disse que, sem recursos empresariais, políticos terão que “reaprender a valorizar o trabalho de base”.

“Vamos provar que a nossa militância é mais importante do que a dinheirama que as empresas põem nas eleições. Não haverá mais filme de Hollywood. Será a nossa candidata convencendo a população, olho no olho.”

Também estão na disputa Marcelo Crivella (PRB), Carlos Roberto Osório (PSDB), Flávio Bolsonaro (PSC), filho do deputado Jair Bolsonaro, e Índio da Costa (PSD). Pedro Paulo (PMDB) é o candidato do atual prefeito, Eduardo Paes. Sua candidatura foi fragilizada em razão da investigação de agressão a sua ex-mulher.

Manifestações contra o presidente interino Michel Temer foram recorrentes durante o ato, que teve a presença de dirigentes do PT e do PCdoB, além de representantes de movimentos sociais.

O presidente do PT, Rui Falcão, ressaltou o papel de Jandira na defesa da presidente Dilma Rousseff no processo do impeachment.

Artistas como Beth Carvalho, Tico Santa Cruz e Flávio Renegado também participaram do ato.

Com Jandira, o Rio passa a ter nove pré-candidatos à prefeitura.

À esquerda, além dela, há Marcelo Freixo (PSOL) e Alessandro Molon (Rede).

Também estão na disputa Marcelo Crivella (PRB), Carlos Roberto Osório (PSDB), Flávio Bolsonaro (PSC), filho do deputado Jair Bolsonaro, e Índio da Costa (PSD). Pedro Paulo (PMDB) é o candidato do atual prefeito, Eduardo Paes. Sua candidatura foi fragilizada em razão da investigação de agressão a sua ex-mulher.

As candidaturas serão oficializadas nas convenções partidárias, que acontecem a partir de 20 de julho.

OLIMPÍADA

Lula, que teve papel decisivo na campanha pela Rio 2016, defendeu a Olimpíada, pedindo que a população não tenha vergonha dela.

“Eu tenho muito orgulho”, disse o ex-presidente. E ironizou: “Queria dizer ao prefeito e ao governador: não escondam nenhum pobre. Mostrem a cara do povo como ela é”.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

93