18/04/2016

22:57

Por: Alberto Silva

Deputada pede o fim da corrupção e o marido é preso por corrupção horas depois

“Meu voto é em homenagem às vítimas da BR-­251. É para dizer que o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso para todos nós com sua gestão",

Pois é, o pedido de Raquel Muniz (PP-MG) quando proferiu seu discurso pela admissibilidade do impeachment da presidente Dilma deu certo. Só que imagina-se que ela não tenha gostado muito.

É porque o marido da deputada, prefeito da cidade Montes Claros, também em Minas Gerais, foi preso hoje pela Polícia Federal por corrupção. O operação foi chamada de “Máscara da Sanidade II – Sabotadores da Saúde”.

Os acusados, incluindo o prefeito e marido de Raquel, estão sendo investigados por usarem de meios fraudulentos para inviabilizar o funcionamento de hospitais em Montes Claros. O objetivo era favorecer um único hospital que pertence, logicamente, ao prefeito da cidade.

O prefeito e marido de Raquel, estão sendo investigados por usarem de meios fraudulentos para inviabilizar o funcionamento de hospitais em Montes Claros

Ruy Muniz, o tal prefeito, também é dono do jornal Hoje em Dia, de Belo Horizonte, e foi responsável por um calote histórico no impresso que resultou na demissão de mais de 80 funcionários sem o pagamento do salário e dos direitos trabalhistas.

E Raquel ainda disse que baseava seu voto no marido. Olha só as máscaras estão começando a cair. “Meu voto é em homenagem às vítimas da BR-­251. É para dizer que o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso para todos nós com sua gestão”, votou ontem a deputada.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

101