21/02/2018

12:58

Por: Redação

Decreto assinado, ninguém entra e sai da Favela sem ser revistado

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Decreto assinado, ninguém entra e sai da Favela sem ser revistado

Decreto assinado – Oficialmente o Exército Brasileiro começou a intervenção ao Rio de Janeiro aqui

no dia de hoje 21, porém isso já estava acontecendo através da GLO (garantia da lei e da ordem)

executada pelos soldados em conjunto com a Policia Militar e Civil.

Na última sexta (16), o presidente Michel Temer assinou o decreto de intervenção, que passou a vigorar de maneira imediata, mas só poderá ter continuidade se for aprovado pela Câmara e pelo Senado. O decreto estabelece que a medida vai durar até 31 de dezembro deste ano.

Só que agora o sistema é outro, a Intervenção mostra a que veio e um verdadeiro pente fino está sendo

realizado em todas as favelas.

Ninguém entra ou sai de ruas e vielas sem ser totalmente revistado.

Isso vale para crianças, homens, mulheres e idosos.




Decreto assinado, ninguém entra e sai da Favela sem ser revistado

Com isso, a força e a inteligência da Intervenção pretende impedir algum tipo de fuga

de armamento e drogas de dentro da favela onde, bandidos poderiam estar utilizados

civis para conduzir esses passado por pessoas de bem.

A intervenção é vista até pelos moradores da favela como boa aceitação, já se fala em um

novo momento no Rio de Janeiro




Decreto assinado, ninguém entra e sai da Favela sem ser revistado

Na última sexta (16), o presidente Michel Temer assinou o decreto de intervenção, que passou

a vigorar de maneira imediata, mas só poderá ter continuidade se for aprovado pela Câmara e pelo Senado.

O decreto estabelece que a medida vai durar até 31 de dezembro deste ano. Nesse período,

o general do Exército Walter Souza Braga Netto, do Comando Militar do Leste, será o

interventor no estado e terá o comando da Secretaria de Segurança, Polícias Civil e Militar,

Corpo de Bombeiros e do sistema carcerário no estado do Rio.




Decreto assinado, ninguém entra e sai da Favela sem ser revistado

“É inédito para que a gente possa cumprir nosso papel constitucional de fiscalizar os

atos do governo. Vamos trabalhar juntos e depois cobrar do interventor para que rapidamente

ele monte a equipe dele, monte o planejamento”.




Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

35