21/04/2015

21:14

Por: Alberto Silva

David Luiz revive pesadelo, Neymar brilha e Barcelona vai à semi como nova vitória

Um vilão e um carrasco brasileiros deram as caras no Camp Nou nesta terça-feira.

Enquanto David Luiz teve nova atuação ruim pelas quartas de final da Uefa Champions League, Neymar marcou duas vezes e definiu a vitória do Barcelona sobre o Paris Saint-Germain por 2 a 0. Como os catalães já tinham vencido na capital francesa por 3 a 1, avançaram à semifinal da competição - e com autoridade.

Com as bolas na rede, Neymar chegou a cinco gols em quatro jogos contra o PSG, todos nesta temporada e pela Champions. Assim, o camisa 11 tornou-se o atleta que mais vezes marcou contra o time parisiense no torneio europeu.

David Luiz, por outro lado, vacilou em ambos os gols e viu o atacante brasileiro ser o seu algoz da vez. Na ida, o papel ficou para Suárez, que marcou duas vezes e com direito a duas ‘canetas’ no zagueiro.

A classificação faz a equipe azul e grená chegar a sua sétima semi em oito anos. A sequência foi quebrada no ano passado ao ser eliminada para o Atlético de Madri. Já o PSG, que atuou sem os contundidos Thiago Silva e Thiago Motta, não conseguiu retornar a esta etapa, o que ocorreu pela última vez em 1994-95. Na ocasião, caiu para o Milan.

Agora, o Barcelona, que não perde há 13 confrontos (sendo 12 vitórias), conhecerá seu adversário na semifinal na sexta-feira, quando ocorrerá o sorteio dos confrontos, às 7h (de Brasília). O evento terá transmissão da ESPN Brasil e WatchESPN.

O jogo

Depois de viver um pesadelo na ida, David Luiz viu o roteiro começar a se repetir logo aos três minutos, quando se atrapalhou, adiantou demais a bola no campo de defesa e acertou um carrinho violento em Rakitic. O lance rendeu um cartão amarelo ao brasileiro.

Para piorar a situação do zagueiro e de seu time, ele permitiu Neymar se antecipar e viu o conterrâneo driblar Sirigiu antes de completar para a rede aos 14. A jogada começou com um lance individual espetacular de Iniesta, que escapou de diversos adversários antes de lançar o ex-santista.

Quatro minutos depois, o PSG até balançou a rede, mas o gol foi anulado corretamente. Ibrahimovic, completamente impedido, recebeu belo passe de letra de Matuidi e finalizou para o alvo.

Os visitantes até pareciam dispostos a, pelo menos, evitar o revés. No entanto, a situação se complicou mais ainda aos 34 minutos. E com participação negativa de David Luiz novamente. Daniel Alves fugiu da marcação de Maxwell com facilidade e levantou para área, onde Neymar apareceu nas costas do zagueiro e completou de cabeça, sem chances para Sirigu.

Na volta para a etapa final, Luiz Enrique poupou dois de seus meio-campistas. Iniesta deu lugar a Xavi ainda no intervalo, e Sergi Roberto entrou na vaga de Busquets com dez minutos.

Disposto a administrar a vitória, o Barça segurou o adversário com tranquilidade. A única chance dos franceses na primeira metade do segundo tempo veio em uma finalização de Verratti aos 14 minutos que saiu à direita do alvo, próximo à trave.

Na sequência, os catalães passaram a ter maior domínio territorial e viram sua vida ficar ainda mais tranquila. Ibrahimovic Cavani, Lucas e Lavezzi ainda finalizaram uma vez cada, sendo que Ter Stegen defendeu duas e as outras duas foram para fora. Nada, porém, que incomodasse o novo triunfo do Barcelona, apgasse o brilho de Neymar e impedisse o novo pesadelo de David Luiz.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

63

Clique aqui