22/12/2016

17:02

Por: Alberto Silva

Conheças as 8 coisas mais nojentas que foram encontradas dentro de uma pessoa, CONFIRA…

1 Ervilha no pulmão

De acordo com uma lenda urbana muito famosa — principalmente no Nordeste do país —, as pessoas que vão nadar em algum rio ou lago e, sem querer, acabam engolindo um ovo passam a ter uma cobra vivendo dentro do seu corpo.
É claro que essas histórias são ridículas e não passam de contos de fadas na cultura brasileira. Afinal, é impossível para a maioria dos animais sobreviver dentro de um ser humano, certo? A resposta bem que poderia ser sim, mas pra toda regra existe uma exceção, e algumas são bem bizarras. Confira, mas não se assuste se alguma delas acontecer com você:

Em 2010, durante meses, Ron Svedan, 75 anos, estava se sentindo muito fraco e tossia muitas vezes durante o dia. Não demorou muito para que os familiares a até mesmo Ron suspeitassem de que poderia ser um câncer pulmonar.
Certo dia Ron foi levado com urgência ao hospital — devido aos sintomas terem aumentado. Depois de um raio X, constatou-se que havia algo em seu pulmão esquerdo. Dez dias depois, os exames confirmaram que Ron não tinha câncer, longe disso: o que estava crescendo dentro dele era na verdade uma pequena planta de ervilha.
De acordo com os médicos, a ervilha foi acidentalmente inalada e o pulmão promoveu a atmosfera ideal — quente e úmido — para que a ervilha brotasse. Hoje em dia, Ron está bem e sem ervilhas no pulmão.

2 Respirando um peixe

Um belo dia de sol, Anil Barela — um indiano de 12 anos — resolveu nadar com a galera e brincar de algo bem inusitado: “Engolir peixe vivo”, passatempo popular entre as crianças locais (vai entender, né?!). Depois de alguns dias, ele começou a ter muita dificuldade para respirar.
Quando procurou um médico, o garoto foi rapidamente induzido a uma cirurgia, que revelou o seu problema: tinha um peixe de 8,9 cm em seu pulmão. Sabe o que é mais incrível nisso? É que o peixe ainda estava vivo quando os médicos o retiraram — praticamente um aquário humano.

3. Larvas no cabelo

Aaron Dallas, americano, foi passar as férias em Belize — até aí, tudo bem. Porém, ao voltar para os EUA, ele notou que estava com vários inchaços na cabeça. Os médicos logo deduziram que eram picadas de insetos, até notarem movimentos estranhos em seu couro cabeludo. Resultado: foram retirados cinco vermes de sua pele. O mais terrível de tudo é que Aaron podia até mesmo ouvir as larvas em sua cabeça.
Outro caso similar é o de Rochelle Harris, 27 anos. Ela viajou para o Peru e, quando voltou para a Inglaterra, começou a sofrer diversas dores de cabeça, coceiras no rosto e descargas sonoras — causadas por vermes em seu ouvido. Enquanto os médicos os afogavam em azeite de oliva, ela ficou algumas horas ouvindo os bichinhos se deslocando em sua cabeça. Resultado: foram removidas oito larvas.

4. Enguia no intestino

Os chineses têm alguns costumes bem bizarros, mas esta história superou as expectativas: duas pessoas foram encaminhadas ao hospital, com fortes dores no abdômen, hemorragia interna e até mesmo sangramento anal — sim, é isso mesmo.
No primeiro deles, um homem de 59 anos, foi encontrada uma enguia em seu intestino delgado. Como isso aconteceu? Ele tinha saído para tomar todas com a galera e acabou desmaiado no final do rolê. Foi aí o momento em que os amigos decidiram fazer uma “brincadeira” com ele: enfiar uma enguia viva em seu ânus. Dez dias depois, ele estava morto.
O segundo cara foi mais além: decidiu por uma enguia no ânus por livre e espontânea vontade — depois de assistir uns vídeos em sites pornôs. Resultado: foi removida uma enguia de 50 cm de seu instestino e hoje ele enfrenta sérias acusações de crueldade contra os animais.

5. Peixe na barriga

Na Índia, um moleque de 14 anos foi parar no hospital depois de sentir muita dor no estômago e sérias dificuldades na hora de ir ao banheiro. Vários testes foram realizados, e os médicos acabaram identificando a origem de sua angústia: havia um peixe vivo dentro da bexiga do garoto.
O mais interessante disso é o relato do menino, explicando como o bicho foi parar lá: ele estava limpando o seu aquário, mas precisou ir ao banheiro. Sendo assim, ele teve a brilhante ideia de manter o peixe na mão enquanto se aliviava. De repente, o peixe escorregou de sua mão e procurou abrigo no primeiro lugar que viu — onde será que foi, hein?

6. Árvore nos pulmões

Em 2009, o russo Artyom Sidorkin começou a sentir fortes dores no peito e ter tosse com sangue. Depois de um raio X, constatou-se um tumor em seu pulmão. Todos os exames pareciam confirmar o câncer, por isso ele passou por uma operação.
Porém, depois de analisar mais detalhadamente, os médicos perceberam que não se tratava de uma doença, mas sim do crescimento de uma árvore de abeto — com cinco centímetros de altura. Depois de uma cirurgia, a planta foi retirada e hoje ele passa bem.

7. Verme no olho

8. Aranha no ouvido

Em agosto de 2012 — antes do suposto fim do mundo —, a Sra. Lee foi ao Hospital Central de Changsha, reclamando de dores no ouvido. Resultado: ela tinha uma aranha em seu canal auditivo. Não pense que era uma daquelas pequenas: o aracnídeo tinha quatro olhos, estava coberto de cabelo e tinha farpas em suas pernas — prontas para o ataque.
De acordo com os doutores de plantão, a aranha foi parar lá enquanto ela dormia — cinco dias antes. Para retirar a ilustre convidada, foi necessário encher a orelha da Sra. Lee com solução salina.

(via redação)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

105