03/07/2017

14:01

Por: Amaral

BOMBA: Dilma vai se candidatar nas eleições de 2018! VEJA

A ex-presidente pode se candidatar nas próximas eleições.

Dilma irá se candidatar nas próximas eleições

A ex-presidente Dima Rousseff (PT) tomou a decisão de se candidatar nas eleições de 2018. A política petista, que foi afastada da presidência da República no mês de agosto de 2016, depois que sofreu um processo de #impeachment, manteve os seus direitos políticos e irá poder ocupar um novo cargo em breve.

Os senadores que votaram a favor pela saída de Dilma, fizeram uma segunda votação para manter os direitos da ex-presidente de poder exercer funções públicas e se candidatar futuramente em outras eleições.

A petista pode se candidatar a uma vaga para senadora ou deputada

Segundo informações divulgadas pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, #Dilma não deixa de lado a possibilidade de concorrer a uma vaga no Senado Federal ou na Câmara dos Deputados, pelo estado do Rio Grande do Sul.

Os senadores que votaram a favor pela saída de Dilma, fizeram uma segunda votação para manter os direitos da ex-presidente de poder exercer funções públicas e se candidatar futuramente em outras eleições.

A petista aposentou-se logo depois que sofreu o impeachment e, atualmente, Dilma está como presidente do conselho consultivo da Fundação Perseu Abramo.

Dilma sofreu impeachment no ano de 2016

Nascida em Belo Horizonte no dia 14 de dezembro de 1947, Dilma Vana Rousseff é uma economista e política brasileira, filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ex-presidente do Brasil, tendo ficado no cargo de 2011 até o seu afastamento por meio de impeachment no ano de 2o16.

Ela foi torturada pelo regime militar

Ela nasceu em uma família de classe média alta e se interessou pelo socialismo durante sua juventude, logo depois do Golpe Militar de 1964, então ela ingressou na luta armada da esquerda: onde tornou-se membro do Comando de Libertação Nacional (COLINA) e depois chamado de Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares).

Ambas as organizações defendiam a luta armada contra o regime militar. Ficou por quase três anos em reclusão, de 1970 a 1972, primeiramente pelos #militares da OBAN (Operação Bandeirante), tendo sido torturada, e depois pelo DOPS (Departamento de Ordem Política e Social).

Galeria
Política |
1 de 4
BOMBA: Dilma vai se candidatar nas eleições de 2018! VEJA

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

104