"> ?> Assessor de DILMA confirma, "ela já nem dorme mais, está com depressão e toma fortes medicamentos" - Pensa Brasil - Em busca da notícia

18/03/2016

11:58

Por: Alberto Silva

Assessor de DILMA confirma, “ela já nem dorme mais, está com depressão e toma fortes medicamentos”

Estou perto de Dilma 24 horas - Giles Azevedo, considerado 'os olhos e ouvidos' da presidente Dilma

O assessor da Presidente Dilma Roussef, considerado como seus “os olhos e ouvidos” confirmou em uma reportagem ao “Brasil News” que ‘Dilma’ já não consegue mais dormir, acorda no meio da noite e está sendo acompanhada por médicos. Para ele, o assessor de Dilma o ideal seria uma renuncia até por questão de saúde da presidente.

O fiel escudeiro de Dilma – “Uma pessoa normal vai quatro vezes a Antártida?”, costuma dizer Dilma Rousseff sobre Giles Carriconde Azevedo, 54, seu mais fiel auxiliar.

Assessor especial da presidente, o homem que foi quatro vezes à Antártida é hoje o encarregado de uma árdua tarefa em meio a crise: evitar que uma base parlamentar insatisfeita apoie um eventual processo de impeachment.

Apesar de sempre cotado para um ministério, Giles tem dito a interlocutores que permanecerá onde está. Sua proximidade com Dilma, afirmam amigos, o faz optar por atuar nos bastidores.

Gaúcho de sotaque arrastado, Giles conheceu Dilma em 1993, quando trabalharam juntos na administração do então governador Alceu Colares (RS) por indicação do PDT. Quase dez anos depois, eles migrarem, juntos, para o PT.

Quando Dilma foi chamada por Lula, em 2002, trouxe com ela o auxiliar. Gostava de seu perfil discreto. Escolhida ministra de Minas e Energia, o nomeou secretário de Minas e Metalurgia. Até mudar-se com ela para a Casa Civil.

Giles Azevedo transformou-se em chefe de gabinete da presidente eleita em 2010. No cargo, presenciou praticamente todas as reuniões importantes do governo desde 1º de janeiro de 2011, quando Dilma tomou posse.

Testemunhas da relação dos dois afirmam que o segredo da longa convivência é a discrição do auxiliar.

“Ele é os olhos e os ouvidos de Dilma, o único na Esplanada que fala por ela”, disse um ministro, sob condição de anonimato.

No passado, quando era pesquisador em geologia, fez trabalhos de campo na Antárdida. Durante meses, dormiu em barracas no continente gelado.

Quem o conhece bem afirma que o frio é coisa pequena perto do desafio atual: é dele a missão de tentar reunir o apoio de ao menos 200 deputados contrários à deposição da chefe.

Em sua entrevista Giles conta que DILMA está sob forte medicamentos, acorda na noite achando que o Brasil está em guerra. “Dilma ainda aguenta toda pressão por pedido de vários líderes do PT e também do ex-presidente LULA”

(via agência)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

92