08/10/2018

12:44

Por: Redação

Ao vivo, Faustão acaba com Bolsonaro e manda a verdade para o Brasil…

Ao vivo, Faustão acaba com Bolsonaro e manda a verdade para o Brasil…




aqui

Neste último domingo, 7 de outubro, os eleitores brasileiros elegeram nomes para

ocupar cargos de senador, deputado, governador e presidente. Conforme resultado

eleitoral para a presidência da República, o candidato do PSL,Jair Bolsonaro ,

liderou os votos úteis e garantiu a corrida para o segundo turno. Ao lado de

Bolsonaro, aparece na disputa pelo Palácio do Planalto o petista Fernando

Haddad.




Ontem, a Rede Globo esteve atenta às pesquisa de boca de urna e transmitiu ao

vivo os resultados eleitorais em todo o Brasil. Contudo, também houve o programa

do Faustão, tradicional aos domingos. Um fato que chamou atenção nas redes

sociais foi uma fala de Faustão, que teria soado como um indireta para o

candidato Jair Bolsonaro.




Segundo informações do UOL, o apresentador aproveitou o momento de

expectativa dos brasileiros e comentou sobre as Eleições. Faustão enfatizou o

seguinte: “O Brasil precisa é de união. Ficar um dando tiro no outro não adianta

nada”. A fala, segundo internautas, foi uma clara indireta a Bolsonaro. O político

do PSL é a favor ao porte de armas. Além do mais, houve uma onda de artistas




globais que aderiram ao movimento “Ele não”, contrário à candidatura de

Bolsonaro para a presidência do Brasil.

Através do Twitter, internautas comentaram a fala do apresentador e enfatizaram

que foi um claro “ele não” contra Bolsonaro. O programa do Faustão foi exibido ao

vivo logo após o término das votações eleitorais em escolas do Brasil.

Segundo turno confirmado




Jair Bolsonaro liderou os votos úteis, mas ainda irá concorrer com Fernando

Haddad no segundo turno presidencial.

Essas eleições marcam a história do Brasil por ser um claro confronto

entre direita  e esquerda. Com ideias opostas, os candidatos irão debater na

televisão até a tão esperada data do dia 28 de outubro.

Resultados no Brasil




Entre alguns resultados eleitorais do Brasil, vale destacar que muitos nomes

tradicionais da política brasileira não conseguiram se reeleger. Esse foi o caso da

ex-presidente Dilma Rousseff, que perdeu vaga no senado de Minas Gerais. Além

do mais, o petista Eduardo Suplicy perdeu a disputa em São Paulo, ficando em

terceiro lugar. Os eleitos foram Major Olímpio e Mara Gabrilli.

Um fato que chamou atenção é que muitos políticos apoiadores de Bolsonaro




conseguiram ascensão e elegeram-se. O político do PSL também venceu na

maioria dos estados brasileiros, principalmente nas regiões mais desenvolvidas do

Brasil.




Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


30
PENSA BRASIL NOTÍCIAS