17/06/2016

21:43

Por: Alberto Silva

Amor, amante secreto ou amizade? Atirador tinha mais de 10 mil fotos de Ana Hickmann

De acordo com o "Ego", o profissional detalhou informações sobre Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos

A Polícia Civil de Minas Gerais reuniu a imprensa nesta sexta-feira (17) para confirmar que encerrou a investigação do caso de ataque a Ana Hickmann – no dia 21 de maio deste ano, em um hotel de Belo Horizonte. O delegado, Flávio Grossi, indicou que sugeriu o arquivamento do processo.

No entanto, caberá ao Ministério Público decidir se o caso vai mesmo ser arquivado ou não. Esta resposta, segundo o responsável, deverá ser dada a partir do início da próxima semana.

De acordo com o “Ego”, o profissional detalhou informações sobre Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos, invasor do quarto da apresentadora da Record e que acabou morto após uma briga com o cunhado da loira.

Além disso, foram achadas mais de 10 mil fotos e montagens amorosas e sexuais de Ana em um pen drive do rapaz, que indicaram sua obsessão pela modelo, e dados utilizados para que ele tentasse se credenciar em um evento de moda na capital mineira.

As autoridades tiveram acesso ao computador do fã, que tinha entre as últimas pesquisas na internet informações sobre nível letal de uma arma calibre 22, munição para calibre 38 e dados da segurança do hotel invadido.

Além disso, foram achadas mais de 10 mil fotos e montagens amorosas e sexuais de Ana em um pen drive do rapaz, que indicaram sua obsessão pela modelo, e dados utilizados para que ele tentasse se credenciar em um evento de moda na capital mineira.

Vale lembrar que após invadir o quarto em que Ana estava hospedada, Pádua a ameaçou com uma arma e chegou a atirar. Dois tiros atingiram a cunhada da loira, Giovanna, que acabou hospitalizada. Marido da vítima, Gustavo Correa desarmou Rodrigo e o atingiu com três tiros – ele não sobreviveu.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

101