04/12/2018

15:41

Por: Guilherme Silva

Alimentação saudável é fundamental para quem pratica esporte!

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Alimentação saudável é fundamental para quem pratica esporte!

Alimentação saudável é fundamental aqui

Um bom desempenho cerebral, físico e psicológico, além da saúde da pele, unhas e cabelos: tudo está ligado a um fator essencial para a boa performance do organismo: a alimentação saudável. Aliada aos exercícios físicos, uma dieta equilibrada, que ofereça todas as vitaminas e minerais que o corpo precisa para funcionar perfeitamente, é decisivapara a longevidade, evitando doenças, como o câncer de mama, e auxiliando na qualidade de vida e bem-estar.Indispensável para todas as fases da vida, uma alimentação saudável também ajuda a evitar complicações como o colesterol alto, doença causada pelo consumo excessivo de álcool e dieta rica em carboidratos e gorduras, entre outras razões, e que pode trazer consequências graves como entupimento dos vasos sanguíneos e infarto, podendo levar até à morte em alguns casos. Outro benefício desse hábito afeta diretamente os praticantes de atividades físicas com objetivos específicos, como ganhar peso, que encontram nos alimentos nutritivos fontes seguras e saudáveis nutrientes como proteínas e carboidratos.

Reposição energética para praticantes de atividades físicas

Obter energia para o exercício físico é essencial e essa reposição energética faz toda a diferença na performance dos atletas, que conseguem finalizar suas atividades com bom desempenho do início ao fim quando estão bem nutridos. Modalidades de longa duração, como corrida, natação e jogos de futebol, por exemplo, exigem dos atletas uma atenção especial com a alimentação. Afinal, é dela que provém a manutenção e reposição das reservas energéticas e hidratantes para o corpo, o que requer um suporte nutricional que ofereça a resistência necessária para todos os treinos e provas.

Essas necessidades metabólicas, nutricionais e fisiológicas aumentam de acordo com a duração dos treinos. Caso o atleta não se alimente adequadamente, pode ser alvo de episódios de fadiga crônica, infecções frequentes causadas por baixa imunidade, exaustão mental, dificuldade para prosseguir com as ações do seu planejamento de treinos e até mesmo alteração no ciclo menstrual feminino, chamada de amenorréia.

De acordo com a da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte, a reposição de 30 a 60 gramas de carboidratos é recomendada em atividades com duração superior a 60 minutos.

Isso ocorre porque é nesse período de tempo que as reservas de glicogênio muscular costumam se esgotar e, caso isso aconteça, podem ocorrer cãibras, fadiga muscular e esgotamento físico. E é justamente a reposição de carboidratos e de líquidos que permite que a fadiga seja evitada, otimizando a permanência do atleta na atividade física com excelência do início ao fim.

Entre os benefícios da inclusão de carboidratos e proteínas na dieta, está a manutenção do sistema imunológico e dos estoques de glicogênio, importante para evitar a fadiga do corpo.

Nutrientes essenciais e alimentação pré-treino

Carboidratos complexos e gorduras boas também ajudam a aumentar a resistência dos adeptos de modalidades como corridas intensas, normal na prática de futebol americano, futebol e outros esportes coletivos intensos.

Antes mesmo da partida em si, uma boa preparação e aquecimento também exigem queima de calorias e nutrientes. Tanto empenho aumenta a importância da reposição energética no organismo. Nutrientes específicos, como a colina, classificada como um nutriente essencial, é produzida pelo corpo mas não em quantidades suficientes para satisfazer suas necessidades, também beneficia o desempenho dos atletas. Com aplicação relevante para a nutrição esportiva, a colina desempenha um papel crítico na produção e otimização do óxido nítrico (NO), um vasodilatador que ajuda a maximizar o fluxo de oxigênio e nutrientes para os músculos.

A colina pode ser encontrada em alimentos de origem animal, como ovos, carnes, peixe e leite, quanto em alimentos de origem vegetal, como brócolis, quinoa, couve-flor, soja e farelo de aveia. Seu consumo ajuda a melhorar o fluxo de sangue e nutrientes para os músculos. Assim, a suplementação de colina antes e depois dos exercícios ajuda a manter seus níveis no corpo, o que garante uma boa comunicação muscular.

Esse é só mais um exemplo da importância de seguir dicas saudáveis de alimentação que devem ser colocadas em prática antes dos treinos.

Benefícios da atividade física para a saúde

Enquanto muitos se interessam pela prática de atividades físicas pela estética, em busca do ‘corpo perfeito’, o que os mantém na ativa são os ganhos significativos obtidos em decorrência da prática exortiva, entre eles:

●       Tonificação e fortalecimento muscular

●       Favorecimento da perda de peso

●       Músculos trabalhados no lugar da gordura corporal

●       Proteção e fortalecimento dos ossos e articulações

●       Regulação da pressão arterial e da circulação

●       Alívio do estresse

O fluxo cerebral é outro benefício obtido a partir da melhora da circulação proporcionada pela prática de exercícios. A liberação de substâncias que relaxam e beneficiam o humor, como a endorfina e a serotonina, diminui a ocorrência de males como ansiedade e depressão, mantendo a autoestima de pessoas de todas as faixas-etárias em alta.

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

29
PENSA BRASIL NOTÍCIAS