11/05/2016

20:50

Por: Alberto Silva

ACUADA… DILMA VAI SAIR PELA PORTA DOS FUNDOS

Micou a idéia. Dilma recebeu um telefone de Lula. No “conversório” ouviu de um homem “acuado e amargo” a sugestão para não cometer o ato “insano” que havia programado.

Dilma Rousseff, a valentona, conhecida pelo apelido de “gerentona” anunciou com toda a pompa que desceria a rampa do Palácio do Planalto, tão logo o Senado Federal decidisse pelo seu afastamento. Convocou movimentos sociais para acompanhá-la na “vitoriosa jornada”. Chegou a anunciar a participação na descida, de mais de 10 mil militantes – CUT, UNE, MST e PT.

Micou a idéia. Dilma recebeu um telefone de Lula. No “conversório” ouviu de um homem “acuado e amargo” a sugestão para não cometer o ato “insano” que havia programado. Lula foi direto: Desce a rampa, Presidente que deixa o cargo após cumprir seu mandato na inteireza, no dia da posse de seu sucessor. Reforçou o argumento de que insistir em cometer esse “desvario” seria confessar que está, definitivamente, deixando a presidência.

Não é normal Dilma aceitar passivamente sugestões. A rotina é “gritar”, mandar para àquele lugar… Dessa vez, resignada não enfrentou Lula e prometeu “pensar”.

Aí “mora o perigo”. Mesmo combalidos, “tico e teco” conseguiram “trocar uma idéia” e a ex-presidente entendeu que a saída terá, obrigatoriamente de ser pela porta dos fundos.

Aí “mora o perigo”. Mesmo combalidos, “tico e teco” conseguiram “trocar uma idéia” e a ex-presidente entendeu que a saída terá, obrigatoriamente de ser pela porta dos fundos.
#perdeuDilma!

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

94