10/10/2015

19:40

Por: Alberto Silva

A TRAIÇÃO DOS COMANDANTES MILITARES – O FIM DE UMA ESPERANÇA

Os comandantes militares nos traíram – é o Fim de uma Esperança. texto publicado originalmente no blog Ataque Aberto do médico, ensaísta e democrata Milton Pires.

Por ocasião da troca de comando do Ministério da Defesa, assumiu aquela pasta o senhor Aldo Rebelo. Deputado Federal eleito várias vezes pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B), Rebelo representa, junto com Jandira Feghali e tantos outros, os princípios do comunismo chinês no Brasil.

Não faz sentido (perdoem a ironia da expressão) apresentar neste pequeno artigo a trajetória desta organização no nosso país. Anteriormente já escrevi que as origens do PC do B remontam a 1961 e que tem razão na ruptura com aquilo que é a base, a instituição fundadora do comunismo tupiniquim – o Partido Comunista Brasileiro que foi fundado em março de 1922.

Ontem, dia 9 de outubro de 2015, passou a circular através do youtube, um vídeo (inquestionavelmente verdadeiro) em que aparece o próprio Aldo Rebelo – coisa que aqui não nos interessa – e depois os comandantes militares das três forças.

O que ali se pode assistir é algo de inacreditável: o Almirante Eduardo Ferreira, o General Villas Boas e o Brigadeiro Luiz Rossato literalmente rasgam-se, desmancham-se em elogios a Rebelo. Diz Ferreira que a “a Marinha do Brasil vê com muita satisfação Aldo Rebelo assumindo o Ministério da Defesa e que este sempre teve uma visão muito positiva das Forças Armadas (FFAA)”. O General Villas Boas diz que “não haveria escolha melhor e que não haveria ninguém com tanta identificação com os valores próprios dos militares” e Rossato – “desejamos ao senhor muito sucesso e felicidades. O senhor tenha certeza de que poderá contar com as três forças…”

Sigo este pequeno artigo dizendo o seguinte: seria ridículo gastar tempo detalhando o que os comunistas pensam das FFAA e a traição que estes três comandantes fazem, ao vivo, dos valores que lhes deram origem no Brasil. Inadmissível também é apresentar explicações como “isso é apenas uma declaração política e não representa o que eles pensam no fundo”. Bobagem! Esse tipo de raciocínio não funciona mais nem com os fanáticos católicos que tentam sempre desculpar as declarações de um argentino maluco.

Escrevo aqui para dizer que NUNCA MAIS volto às ruas pedindo “intervenção militar”, que  NÃO confio mais nos nossos militares e que é um risco – um risco gigantesco – apelar a este tipo de gente para derrubar Dilma Rousseff.

Os comandantes são comunistas, não estão ao lado do povo brasileiro e deram sinais claros disso no vídeo que circula agora. Tais declarações representam o fim de uma esperança e devem servir de alerta para o ENCERRAMENTO imediato de todos os grupos e movimentos que vinham se postando em frente aos quartéis e bases militares de todo Brasil pedindo intervenção.

Insisto na ideia de “Desobediência Civil” como uma única alternativa que restou. Digo que a forma fundamental de desobediência deve se fazer através da Greve Geral mesmo com todas as dificuldades que isso representa num país em que os sindicatos são controlados por marginais petistas.

Enquanto escrevo, ganham forma três processos que podem tirar o PT do Governo. O primeiro diz respeito ao resultado do julgamento do TCU – este vai demorar até ganhar repercussão política e o próprio Eduardo Cunha já disse que só em 2016 pode-se esperar alguma decisão. O segundo envolve o Tribunal Superior Eleitoral e poderia derrubar, ao mesmo tempo, Dilma e Temer. O terceiro – o pedido de impeachment feito por Hélio Bicudo – é o que vai ter resultado mais importante. Na semana que vem, Cunha pretende arquivar este pedido e, numa jogada ensaiada, a oposição no plenário da Câmara vai protestar e fazer com que o mesmo seja colocado em votação.

O que importa na semana que se aproxima – e aqui eu me dirijo a todos aqueles que fizeram comigo parte do Grupo Intervencionista – é que sejam encerrados em definitivo os pedidos de para que as Forças Armadas “façam alguma coisa”.

Os comandantes nos traíram – é o Fim de uma Esperança.

(Via Cristal)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

103

Clique aqui