14/11/2015

16:41

Por: Alberto Silva

Truques para ajudar a dominar o corpo

Conhece-te a ti mesmo. Este aforismo grego não poderia ser mais correto. Quantos problemas, quantas situações adversas e quantas dores evitaríamos se nos conhecêssemos melhor? Talvez muitas.

A medicina, juntamente com a psicologia e áreas afins, caminham a cada dia para que conheçamos e entendamos nosso corpo melhor, com o intuito de nos dar mais qualidade de vida e longevidade. Mas se você não tem paciência para essa papo científico, aqui vão algumas dicas simples para solucionar pequenos incômodos que muitas vezes sentimos.

1. Coceira na garganta

Volta e meia, é bastante comum sentir aquela coceirinha chata na garganta que faz você ficar pigarreando o dia inteiro. O otorrinolaringologista (essa palavra é um trava-língua por si só) Scott Schaffer, chegou a conclusão que esfregar a orelha para estimular os nervos do ouvido, produz um espasmo que ajuda a aliviar o desconforto na garganta.

2. Dificuldade para ouvir

A solução é simples: use a orelha direita para ouvir uma conversa, pois ela percebe melhor o ritmo da conversa; use a orelha esquerda para ouvir melhor músicas e notas musicais. O fenômeno é explicado pelo motivo de que cada um dos ouvidos é ligado a um hemisfério diferente do cérebro.

3. Sentir medo de injeção

Quem nunca?! Pois é, mas pesquisas mostram que pessoas que tossem quando tomam injeções sentem menos dor. Isso aconteceria porque a tosse aumenta a pressão no tórax, inibindo os condutores de dor na coluna óssea.

4. Quando o nariz está entupido

O método da doutora Lisa DeStefano é, no mínimo, interessante: empurre com força, com a língua, o palato (céu da boca) de um lado e de outro e, em seguida, pressione com o dedo a parte superior do nariz, logo abaixo da sobrancelha. Este método faria com que o muco preso se soltasse, permitindo a entrada e saída de ar.

5. Quando se comeu demais antes de dormir

É algo que pode ocorrer sem querer, ou você nunca chegou tarde em casa, morto de fome, e fez aquele assalto à geladeira? O fato é que, deitar do lado esquerdo faz com que o estômago fique abaixo do esôfago, impedindo que o suco gástrico retorne à garganta, evitando aquela sensação de queimação. O ideal mesmo é dormir entre 2 a 3 horas depois de comer.

6. Quando se tem dor de dente

Solução correta: procure um dentista. Solução rápida para aliviar a dor: pegue um cubo de gelo e esfregue-o na área em “V” entre o polegar e o indicador. Quando os nervos dessa parte da mão são esfriados, bloqueiam-se os receptores de dor.

7. Quando se queima o dedo

Para evitar uma bolha, pressione a área com um dos dedos. Para aliviar a dor, mergulhe o dedo queimado em água fria.

8. Quando se demora a dormir

Um simples truque de associação: quando acordar pela manhã, levante-se e não volte a deitar na cama o dia inteiro! Isso fará com que o cérebro associe aquele lugar ao sono e à hora de dormir.

9. Quando é preciso memorizar algo rapidamente

O professor Candi Heimgartner tem uma dica simples e eficaz: repita o texto várias vezes antes de dormir, pois, enquanto dormimos, o cérebro organiza todas as informações e as envia para a memória a longo prazo. Pela manhã, você sentirá que já sabe tudo de cor.

10. Quando se sente dor abdominal ao correr

Seja na esteira ou ao ar livre, muitos de nós sentem dor nas laterais do abdômen ao correr por alguns minutos. Para evitá-la, é preciso de um pequeno exercício de sincronismo: inspire quando pisar com o pé esquerdo, pois, quando se inspira ao pisar com o pé direito, há muita pressão sendo exercida sobre o fígado e é isso que causará a dor.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

103