09/04/2016

13:15

Por: Alberto Silva

Suplicy dá uma de bonzinho e devolve salário para Haddad

Para tentar separar a própria imagem de outros companheiros de partido, o secretário de Direitos Humanos e Cidadania da Cidade de São Paulo, Eduardo Suplicy, devolveu aos cofres públicos a quantia de R$ 176.26,67.

Para tentar separar a própria imagem de outros companheiros de partido, o secretário de Direitos Humanos e Cidadania da Cidade de São Paulo, Eduardo Suplicy, devolveu aos cofres públicos a quantia de R$ 176.26,67. Para o pai do cantor Supla, o dinheiro precisa ser investido em um fundo que vai ajudar a criar a sua famosa bandeira da Renda Básica de Cidadania.

Suplicy deve candidatar para vereador de São Paulo e como tem um histórico de lutas sociais marcantes e uma trajetória limpa e ética na política deve ganhar facilmente as eleições. O pré-candidato já deixou a Secretária e agora está se dedicando à pré-campanha como vereador.

A repercussão da doação do ex-senador foi enorme por toda a internet. Ele publicou a foto acima com o comprovante de pagamento e a imagem teve 11 mil curtidas e mais de 29 mil compartilhamentos em menos de duas horas. Isso que é sucesso, hein?!

A ideia da criação da Renda Básica de Cidadania é antiga. Suplicy apresentou o projeto no Senado em 1999. 15 anos depois, ele foi aprovado pelo Congresso, porém a presidente Dilma, que é do mesmo partido que o ex-senador, vetou o projeto. Dá para acreditar?

A Renda Básica de Cidadania define um valor mensal, estilo um salário, que todo e qualquer cidadão do país deve ganhar. Países mais desenvolvidos, como a Suécia, por exemplo, adotam este sistema de pagamento. Sonhar não custa nada, né Suplicy?

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

105