27/11/2015

11:43

Por: Alberto Silva

Situação do PT se agrava e Instituto LULA nega declaração do ex-presidente “coisa de imbecil”

O Instituto Lula negou, por intermédio de sua assessoria, que o ex-presidente Lula tenha usado a expressão "coisa de imbecil" para se referir ao comportamento de Delcídio, preso nesta quarta (25) sob acusação de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato.


Warning: file_get_contents(https://free.sharedcount.com/?url=https%3A%2F%2Fpensabrasil.com%2Fsituacao-do-pt-se-agrava-e-instituto-lula-nega-declaracao-do-ex-presidente-coisa-de-imbecil%2F&apikey=a2ad8859171bb2d2344e31170cd248e9846315ac): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 401 Unauthorized in /home/pensabrasil/www/wp-content/themes/pensabrasilportal/inc/share-bar.php on line 10

A interlocutores, o ex-presidente reconheceu que a prisão de Delcídio desestabiliza o governo e leva a crise para o Palácio do Planalto. Dizendo que Delcídio fez uma “coisa de imbecil”, Lula lamentou que a detenção do líder do governo no Senado tenha ocorrido num momento em que considerava praticamente debelado o movimento pelo impeachment da presidente Dilma.

A avaliação foi feita durante almoço na sede da CUT (Central Única dos Trabalhadores), em São Paulo.

Segundo participantes, Lula se disse perplexo com a “burrada” de um homem tão sofisticado. Ele afirmou que cada um deve se responsabilizar pelos seus atos, sem que o governo seja contaminado.

O presidente do PT, Rui Falcão, presente no mesmo evento, afirmou que há diferença entre o ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto e o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), ambos presos no âmbito da Operação Lava Jato.

Questionado por que não manifestou ao senador, preso nesta quarta (25) acusado de atrapalhar as investigações do esquema de corrupção na Petrobras, a mesma solidariedade dedicada a Vaccari, Rui afirmou: “Existe uma diferença clara entre atividade partidária e não partidária”.

Após a prisão de Delcídio, o presidente do PT emitiu nota para dizer que o partido “não se julga obrigado a qualquer gesto de solidariedade” a ele.

Segundo Falcão, que se diz “perplexo” com os fatos que levaram o Supremo Tribunal Federal a ordenar a prisão do senador, as tratativas atribuídas a Delcídio “não têm qualquer relação com sua atividade partidária, seja como parlamentar ou como simples filiado”. Na avaliação do PT, Vaccari agiu em nome do partido. Delcídio, não.

Veja abaixo a íntegra da nota:

  • NOTA À IMPRENSA: Folha de S.Paulo volta a inventar declarações de Lula
  • São completamente falsas as declarações atribuídas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o senador Delcidio do Amaral publicadas nesta quinta-feira (26) pela Folha de S.Paulo. Mais uma vez, com base em supostas fontes anônimas, este jornal atribui ao ex-presidente frases que nunca foram ditas por ele.
  • Assessoria de Imprensa do Instituto Lula
  • (Via Folha e agências)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

100