12/05/2016

18:46

Por: Alberto Silva

Primeiro dia de Presidente, a maior “gafe” de TEMER, veja…

Na curta conversa, o jornalista pergunta a Temer como ele está e o presidente interino responde. "Muito bem. Como está presidente?"

O presidente interino Michel Temer se enganou nesta quinta (12), durante uma das primeiras chamadas telefônicas que recebeu desde que foi confirmado no cargo.
Em um telefonema por volta das 9h, Temer pensava falar com o presidente argentino Mauricio Macri. Mas, na verdade, ele conversava com o jornalista Jorge García, da rádio “El Mundo”.

Na curta conversa, o jornalista pergunta a Temer como ele está e o presidente interino responde. “Muito bem. Como está presidente?”
Em seguida, Temer acrescenta: “Muito obrigado presidente. Quero visitá-lo na Argentina”.

Aparentemente não se trata de trote e, sim, de um equívoco.
No meio da conversa, o jornalista parece se dar conta da confusão: “Ah, me parece que está um pouco errado”, mas segue a entrevista, pergunta-lhe sobre a hora em que pretende fazer seu primeiro pronunciamento e sobre a formação do ministério.
Consultada, a assessoria de Michel Temer afirmou que não iria comentar o caso.
A produtora do programa de Jorge García, Silvia Ferro disse à reportagem que fez a ligação para Temer, mas não quis esclarecer como ocorreu o equívoco.

Afirmou apenas que estava tentando falar com o presidente interino há dias e que, após a votação no Senado, decidiu voltar a tentar na manhã desta quinta. O governo da Argentina publicou uma nota, por meio de sua chancelaria, afirmando que "respeita o processo constitucional que está em curso e confia que desfecho da situação consolide a solidez da democracia brasileira.

Afirmou apenas que estava tentando falar com o presidente interino há dias e que, após a votação no Senado, decidiu voltar a tentar na manhã desta quinta.
O governo da Argentina publicou uma nota, por meio de sua chancelaria, afirmando que “respeita o processo constitucional que está em curso e confia que desfecho da situação consolide a solidez da democracia brasileira”.

“O governo argentino continuará dialogando com as autoridades constituídas a fim de seguir avançando no processo de integração bilateral e regional”, diz a nota.
A Casa Rosada ainda não se pronunciou.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

94