16/08/2016

09:41

Por: Alberto Silva

Policial mostras os seios em viatura e foto viraliza nas redes sociais

Imagem vazou na internet; oficiais descobriram que a foto em questão foi a última de uma série produzida pela policial

Uma policial mexicana se viu obrigada a pedir exoneração do cargo após ter uma foto sensual viralizada na internet. Na imagem, feita dentro de viatura, Nidia García aparece fardada, com os seios à mostra e segurando um fuzil.

Segundo o jornal britânico Mirror, a jovem pediu demissão e, com isso, fez com que o processo administrativo aberto contra ela fosse encerrado. Antes de ser exonerada, ela havia sido afastada das ruas. Nidia era lotada em unidade em Escobedo, no norte do México.

Durante as investigações, os oficiais descobriram que essa foi a última foto de uma série feita pela policial. Ela, que disse estar arrependida, teria recebido diversas ofertas de agências de modelo.

Durante as investigações, os oficiais descobriram que essa foi a última foto de uma série feita pela policial. Ela, que disse estar arrependida, teria recebido diversas ofertas de agências de modelo.

Em seu perfil no Facebook, Nidia se desculpou. “Peço desculpas à Secretaria da Justiça e, além disso, para a cidade de Escobedo por este ato imoral que cometi. Tenho a honra de admitir a minha grande falha posando para a foto e peço para este tema seja deixado de lado”, escreveu ela, assumindo que a publicação trouxe danos para suas filhas e seu marido.

Brinca com a imaginação

A foto fardada não foi a única em que Nidia aparece de topless: em outra, ela está com um dos seios para fora e uma mão cobrindo-o. Empresário local, Gerardo Herrera acredita que a fama instantânea da jovem deva ser explorada. Ele disse que não precisa ser fazendo outras fotos nua, mas, sim, com “uma sessão de fotos profissional que brincaria com a imaginação de seus fãs”.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

105