15/04/2016

23:51

Por: Alberto Silva

Planalto, PT, LULA e DILMA em total desespero na véspera do Impeachment

Eu aqui ainda na ressaca de comentar Marco Aurélio e Lewandowski, e ainda me vêm Paulo Teixeira e Benedita com os chavões de sempre. É dose.

Em entrevista à Globonews, Cardozo fechou a noite da derrota negando que o céu é azul, a água é molhada, 2 + 2 = 4 e Dilma merece o impeachment.

– Cardozo diz que “alguns” petistas “erraram” ao ser questionado sobre os que foram presos. “Erraram”, não. Cometeram crimes, Cardozo.

– Cunha: “Eu acho que há uma tentativa de judicialização generalizada. É o juris esperneandi de quem está sem votos” para barrar impeachment.

Um petista atrás do outro sobe à tribuna para jogar pobres contra ricos, fingindo que PT não assaltou a Petrobras junto com os milionários.

– Mendonça Filho (DEM-PE) havia dito o mesmo: “Entrar com mandado de segurança no STF pra evitar o impeachment é juris esperneandi do Governo. Seguimos com rigor o rito constitucional.”

– Meme que circula nas redes:

STF urgente formatacao ironia

– Revista norte-americana Forbes desencava e atira no Twitter nesta sexta o artigo “Por que impichar a presidente do Brasil Dilma é uma ideia ruim“.

Respondi lá em inglês:

– This article was written on Mar 25, 2015. It’s wrong. It ignores the crimes Dilma is being accused of. Levy has resigned. Wake up, @Forbes.

* Este artigo foi escrito em 25 de março de 2015. Está errado. Ignora os crimes pelos quais Dilma é acusada. Levy se demitiu. Acorde, Forbes.

– Even The Atlantic has published a better and updated description of our situation in Brazil: “Could Dilma Rousseff get impeached?” Wake up, @Forbes.

* Até a revista (esquerdista) The Atlantic publicou uma descrição melhor e atualizada da nossa situação no Brasil: “Dilma poderia ser impichada?” Acorde, Forbes.

– Esse é o Paulo Teixeira que fala na Câmara em suposta defesa da Constituição:

Tuite Paulo Teixeira

– Eu aqui ainda na ressaca de comentar Marco Aurélio e Lewandowski, e ainda me vêm Paulo Teixeira e Benedita com os chavões de sempre. É dose.

– Benedita: “Querem tirar de mim, querem tirar de você o direito que você conquistou.” “Direito” é como petistas chamam impostos dos outros.

– Bené apela à demagogia. Como todo petista, ignora que Lula só distribuiu $ (até o país quebrar) graças ao Plano Real, contra o qual lutou.

– Benedita é aquela cujos bens foram bloqueados pela Justiça em 2015 até que fossem ressarcidos R$ 32.094.569 de danos ao patrimônio público.

– Benedita é aquela que MP denunciou em 2003 por enriquecimento ilícito, prejuízo ao erário e viagens irregulares a Argentina, Portugal e EUA.

– Um petista atrás do outro sobe à tribuna para jogar pobres contra ricos, fingindo que PT não assaltou a Petrobras junto com os milionários.

– Até a Folha noticia que Câmara tem votos suficientes para aceitar o impeachment. Governo já foca no Senado, onde terá Renan e Lewandowski.

– João Daniel (PT-SE) citou Frei Betto, amigão do ditador cubano Fidel Castro. E nós é que queremos ditadura? Cinismo.

Frei Betto e Fidel Castro

betto

– Arlindo Chinaglia (PT-SP), do partido que chama maioria do povo de golpista, conta melhor piada do dia: “Nós respeitamos qualquer opinião”.

– Câmara está vazia. Só petistas – e mesmo assim poucos – aguentam ouvir os petistas na tribuna.

– Arlindo Chinaglia (PT-SP) cita Samuel Johnson: “O patriotismo é o último refúgio dos canalhas”. Johnson era conservador. Tremeu no túmulo.

– Petistas, não satisfeitos em distorcer o discurso dos conservadores vivos, agora também distorcem o dos conservadores mortos.

– Vamos parar com esse ar de lamento, mesmo entre quem defende o impeachment. O que se lamenta é crime impune. Puni-lo é motivo de celebração.

– Carlos Sampaio (PSDB-SP) saúda o dia histórico que se avizinha do Parlamento quando deverá prevalecer a decência com o impeachment de Dilma.

– Sampaio mostra omissão de Dilma: “Nos 10 anos que antecederam 2014, foi ministra de ME, presidente do conselho da Petrobras e da República.”

– Sampaio: “5 empreiteiros foram à Justiça, ao juiz Sérgio Moro e delataram que deram dinheiro de propina a campanhas de Dilma em 2010 e 14″.

– Carlos Sampaio lê declaração de Eugênio Aragão quando era procurador-geral eleitoral dizendo que era necessária investigação das campanhas.

– Carlos Sampaio enumerou petistas presos, incluindo ex-dirigentes do partido, tesoureiros e marqueteiro – e disse que Lula está quase lá.

– Sampaio desmonta falácias do governo sobre (falsa) inexistência de crime de responsabilidade. Caixa pagou por 14 meses despesas do governo.

– Sampaio encena Dilma obrigando bancos federais a pagar suas despesas em ano eleitoral enquanto ela fingia ao povo ter dinheiro. É aplaudido.

– Sampaio detona Cardozo: “Vossa Excelência amesquinhou o papel da Advocacia-Geral da União” defendendo Dilma. Bravo!

– Sampaio detona Cardozo por acobertamento da tentativa de Dilma de obstruir a Justiça nomeando Lula ministro para evitar prisão dele.

– Sampaio detona Dilma por deixar um caos na Saúde brasileira, prejudicada pelo desvio de dinheiro público para locupletar petistas.

– Polícia Federal prendeu nesta sexta o operador do PT Benedito Oliveira Neto, o Bené, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. Mais um.

– Há provas de que Bené (não é a Benedita) financiou campanhas de Dilma e do PT com dinheiro desviado de contratos com o próprio governo Dilma.

– Bené, ministro do Desenvolvimento de Dilma, também operava para o hoje indiciado Fernando Pimentel (PT-MG) no BNDES, segundo provas. Isto é PT.

– Bruno Araújo (PSDB-PE): “O momento é de coragem. O momento é de estar do lado certo. É hora de votar, sim. É hora do impeachment.” (Vídeo aqui.)

– Nilson Leitão (PSDB-MT): “O impeachment não é contra Dilma, nem a favor de quem vai substituí-la. É a favor da Constituição e do Brasil.”

– Alceu Moreira (PMDB-RS) resume o PT: “Discurso para pobre, governo para rico.”

– Mendonça Filho (DEM-PE): “Dilma fará seu último pronunciamento na TV. Hoje, às 20h, faremos o maior panelaço da história.”

Mendonca charge panelaco

– Genecias Noronha (SD-CE): “Ela só vai indignar mais ainda a sociedade, vai acontecer um grande panelaço e será mais um tiro no pé”. Pé já metralhado.

– O Solidaridade vai à Justiça para impedir que Dilma faça o pronunciamento. Fernando Francischini (SD-PR): “A gente não quer a presidente em cadeia nacional de TV, a gente quer o PT em cadeia federal”.

* Atualização de 17:20:

** Dilma cancela pronunciamento previsto para hoje. Já tinha gravado mas amarelou para o panelaço. Avalia se vai ao ar sábado. Governo perdido.

*** Cardozo avaliou que pronunciamento de Dilma hoje traria problemas jurídicos. Seria uso pessoal. Oposição ia à Justiça. Governo amarelou.

– Lauro Jardim: “O Palácio do Planalto lançou hoje o site www.emdefesadademocracia.gov.br, em que reúne argumentos e depoimentos contra o impeachment. A página, além de feita com dinheiro público, usa um domínio do governo.” Além de tudo isso, “defende” a democracia que o PT frauda.

em_defesa_da_democracia_1

É o desespero

Tuite democracia

– Garotinho, inimigo do PMDB, disse à filha Clarissa Garotinho (PR-RJ): “Tudo bem você votar a favor do impeachment. Mas no dia seguinte você tira o Garotinho do seu nome.” Em vez de agradecer o bônus, ela mudou de posição e votará a favor do governo. Quem sabe ainda sou uma garotinha…

– Jutahy Júnior (PSDB-BA) diz no plenário da Câmara que governo Dilma “esqueceu” aquilo que ensinou Abraham Lincoln (tantas vezes citado aqui):

Pode-se enganar a todos por algum tempo. Pode-se enganar alguns por todo o tempo. Mas não se pode enganar a todos todo o tempo.”

– Mas Lula ainda tenta…

Ele publicou um vídeo em que acusa os outros daquilo que ele e Dilma fazem à luz do dia:

“Os deputados têm de pensar com muita serenidade sobre o impeachment.

Uma coisa é divergir do governo, criticar os erros e cobrar mais diálogo e participação. Este é o papel do Legislativo, que deve ser e será respeitado. Outra coisa é embarcar em aventuras, acreditando no canto de sereia dos que sentam-se na cadeira antes da hora.

Quem trai o compromisso selados nas urnas não vai sustentar acordos feitos nas sombras.”

Lula, cuja posse como ministro, foi suspensa pelo ministro Gilmar Mendes, foi quem sentou-se na cadeira antes da hora para fazer acordos nas sombras do hotel de luxo Golden Tulip, em Brasília, comprando votos de parlamentes com oferta de cargos no governo.

A maioria da Câmara, felizmente, não se deixa mais enganar.

As delações de Léo Pinheiro e Marcelo Odebrecht vão completar o serviço.

Por: Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

112