22/09/2016

16:28

Por: Alberto Silva

Pastor é assassinado pela esposa após suspeita de estupro

Filhos negam abuso e polícia descarta possibilidade de iniciar investigação

Um pastor de uma igreja evangélica do Distrito Federal foi morto pela própria esposa. A mulher de 44 anos esperou a vítima dormir para agir. Eva Oliveira Barbosa desconfiou que o marido praticou abusos sexuais com os filhos e cometeu o crime. Ela foi presa na última quarta-feira (21).

De acordo com o G1, o Damião Nascimento, 46 anos, levou oito pauladas na cabeça e três facadas. Depois, quando já estava agonizando, teve a cabeça envolvida em uma sacola. As agressões aconteceram na noite de terça, mas só foram descobertas no dia posterior, depois de um dos filhos do casal encontrar o corpo do pai e chamar a polícia.

A mulher confessou o assassinato e alegou suspeitar que o marido tivesse abusado sexualmente dos filhos – uma garota de 20 anos e um menino de 16. Ambos negaram terem sido estuprados pelo pai. Polícia descarta abertura de inquérito. O casal tinha 30 anos de relacionamento.

A mulher confessou o assassinato e alegou suspeitar que o marido tivesse abusado sexualmente dos filhos – uma garota de 20 anos e um menino de 16. Ambos negaram terem sido estuprados pelo pai.

Eva vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil, com emprego de asfixia e de emboscada para impedir a defesa da vítima. Somadas, as penas dos crimes pode chegar a 30 anos de prisão.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

91