30/05/2016

17:57

Por: Alberto Silva

Novo Brasil: presidente estuda aumento dos militares e atuação da engenharia em obras públicas nacionais

Não tenho dúvidas que a solução passa por uma mudança de paradigma e o uso de todas as organizações dentro do sistema de Governo para colaboração e atuação naquilo que chamamos de "Um novo Brasil mais forte e soberano".

A iniciativa do Governo Michel Temer em reencontrar um caminho para destravar o desenvolvimento do Brasil em meio a pior crise econômica já enfrentada passa, diretamente, pelo fortalecimento das Forças Armadas e sua aplicação nas obras paralisadas e abandonadas que foram alvos da operação Lava Jato.

O Exército tem uma área de engenharia especializada em grandes obras de infraestrutura com experiência comprovada nas construção de aeroportos, portos, rodovias, ferrovias, pontes e etc. Todo aparato de engenharia do Exército é de boa reputação porém necessita de maiores investimentos o que não ocorreu durante os governos Lula e Dilma.

O envolvimento de empreiteiras e empresas no esquema de corrupção investigado pela Polícia Federal através da operação Lava Jato sinalizou para a fragilidade do aparelho fiscalizador comprometendo o caixa da União e criando grandes redes de lavagem de dinheiro. No pensamento do atual Governo nesse momento seria quase impossível atuar com as mesmas grandes empresas devido a quebra de confiança e seus conflitos jurídicos. Por essa razão a equipe de estudos e viabilidade de soluções de Michel Temer viu nas Forças Armadas o caminho mais confiável e seguro para dar andamentos as obras que poderão alavancar a economia brasileira.

O envolvimento de empreiteiras e empresas no esquema de corrupção investigado pela Polícia Federal através da operação Lava Jato sinalizou para a fragilidade do aparelho fiscalizador comprometendo o caixa da União e criando grandes redes de lavagem de dinheiro.

A equipe econômica atua em outra frente com objetivo de estudar o reajuste no soldo dos militares para fazer frente ao trabalho que precisa ser desenvolvido e colocado em prática. Uma fonte do Governo garante que neste ano ainda os militares da três Forças terão sua valorização profissional colocada em prática como parte da estratégia de retomada da economia com abertura de novas frentes de trabalho e produção.

O Exército, Marinha e Aeronáutica são dotados de profissionais gabaritados em áreas estratégicas que podem colocar em prática seus conhecimentos em infraestrutura para fazerem o Brasil sair da crise.

“Não tenho dúvidas que a solução passa por uma mudança de paradigma e o uso de todas as organizações dentro do sistema de Governo para colaboração e atuação naquilo que chamamos de “Um novo Brasil mais forte e soberano”. O crescimento do país não pode estar vinculado a nenhuma ideologia partidária mas na sua capacidade de competir em mundo globalizado”, disse a fonte que não quis ser revelada.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

105