27/04/2016

00:21

Por: Alberto Silva

Nova delação revela toda a verdade sobre palestras milionárias, sítio e tríplex. Lula vai ser preso

A avaliação explosiva que faz o blog O antagonista do resultado dessa delação é simples: “Marcelo Odebrecht vai sair da cadeia e Lula vai entrar em seu lugar”.

Os depoimentos que Marcelo Odebrecht, começou a prestar a Lava Jato, em regime de delação premiada, há cerca de duas semanas em Curitiba, onde está preso, começou a prestar depoimentos à Lava Jato, são mortais para Lula, segundo o Estadão.

“Os procuradores esperam detalhes sobre a corrupção em outras áreas do governo, além da Petrobras. Outro ponto essencial para uma eventual homologação do acordo é que o empresário revele informações sobre pagamentos de palestras, doações e reformas feitas em benefício de Luiz Inácio Lula da Silva”.

A avaliação explosiva que faz o blog O antagonista do resultado dessa delação é simples: “Marcelo Odebrecht vai sair da cadeia e Lula vai entrar em seu lugar”.

O ex-presidente da OAS topou jogar a pá de cal nos três casos de Lula: tríplex do Guarujá, sítio em Atibaia e pagamentos de palestras. Já a delação da Odebrecht aniquila Dilma Rousseff

A coluna Radar, da Veja, por seu lado, traz noticias desastrosas para o PT. “Os procuradores da Lava Jato e as defesas de Léo Pinheiro e Marcelo Odebrecht praticamente fecharam a lista de temas das delações dos dois empreiteiros”.

“O ex-presidente da OAS topou jogar a pá de cal nos três casos de Lula: tríplex do Guarujá, sítio em Atibaia e pagamentos de palestras. Já a delação da Odebrecht aniquila Dilma Rousseff”.

O Antagonista só acrescenta um dado fundamental: “de acordo com Léo Pinheiro, as palestras de Lula foram contratadas em troca de empréstimos do BNDES para obras da empreiteira no Brasil e no exterior”.

Por César Weis

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

86