16/11/2015

15:45

Por: Alberto Silva

“Nós já estamos dentro das suas casas” EI afirmaram que países que atacaram a Síria sofrerão o mesmo que a França

ELES JÁ ESTÃO ESPALHADOS PELO MUNDO INTEIRO, INCLUSIVE NO BRASIL ! Em vídeo divulgado nesta segunda-feira, o Estado Islâmico (EI) alertou que países que participam de ataques aéreos contra a Síria e o Iraque, como Estados Unidos, Canadá, Austrália e Bélgica, vão sofrer as mesmas consequências que a França. Na última sexta-feira, atos terroristas em Paris deixaram 129 mortos e cerca de 350 feridos.

“Digo aos países da coalizão que não viverão seguros até que os muçulmanos vivam seguros em seus países”, disse um militante na gravação, que foi intitulada “Até que chegou o castigo” e divulgada por um braço do EI na região iraquiana de Kirkuk, Segundo os militantes que aparecem no vídeo, os atentados em Paris foram uma “simples resposta” à França, e os próximos ataques serão “piores e mais amargos”.

O grupo ainda lançou ameaças específicas contra os Estados Unidos. “Dizemos aos Estados que participaram na campanha de cruzada que, por Alá, vocês terão um dia a vontade de Alá, como a França. Juramos que vamos atingir a América em seu centro em Washington”, disse um homem no vídeo, que não pôde ter a sua autenticidade verificada.

A gravação contém imagens gravadas por veículos de comunicação dos atentados em Paris. Os jihadistas que aparecem no vídeo têm o rosto à mostra, mas não se identificam. Um deles ainda pediu que os “fiéis sigam o exemplo de seus irmãos (franceses) e ataquem os infiéis em seus próprios lares (países)”.

Reação – Neste domingo, a França realizou uma série de bombardeios em um reduto do Estado Islâmico (Isis) em Raqq, na Síria. Foram destruídos um posto de comando, um campo de treinamento de jihadistas e um depósito de armas e munições. A ação foi uma resposta do país europeu aos atentados cometidos pelo EI em Paris.

(Via Veja e agência)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

104