10/10/2016

14:53

“Não teria problema nenhum se a direção quisesse mostrar cenas mais explícitas”, disse Bruna Marquezine sobre cena lésbica

Um dos assuntos mais comentados sobre a nova série da Globo, "Nada Será Como Antes", são as cenas quentes entre Julia (Letícia Colin), e Beatriz (Bruna Marquezine)

Por: Alberto Silva

Um dos assuntos mais comentados sobre a nova série da Globo, “Nada Será Como Antes”, são as cenas quentes entre Julia (Letícia Colin), e Beatriz (Bruna Marquezine). Na trama, as duas viverão um triângulo amoroso com Otaviano (Daniel de Oliveira), irmão de Julia.

Em entrevista ao ‘F5’, do jornal ‘Folha de S. Paulo’, Letícia Colin revelou que para as atrizes, o tema deve ser tratado com naturalidade e não como algo chocante. “Acho que as pessoas viviam o que elas tinham vontade de viver, a sua sexualidade, o seu amor, seus sonhos, a qualquer momento…”, disse.

“Antes de Cristo, a gente sabe que todo mundo estava fazendo o que tinha vontade de fazer, né? Eu acho que é uma coisa muito cultural isso virar um tema agora, como um grande tabu revelado.”

Para Bruna Marquezine não teria problema nenhum se a direção quisesse mostrar cenas mais explícitas ao público. “Tem uma intimidade de amiga… A gente dava risada e é de boa”, completou Letícia.

A intérprete de Julia também contou ao "F5" que os personagens da série são uma livre interpretação e que buscou muitas referências em livros, filmes e arquivos virtuais. Além disso, teve muitas conversas com o diretor José Luiz Villamarim. "É uma composição bem coletiva. A gente encontrava com o Guel [Arraes, autor] e isso é raríssimo, esse contato direto com o autor.

A intérprete de Julia também contou ao “F5” que os personagens da série são uma livre interpretação e que buscou muitas referências em livros, filmes e arquivos virtuais. Além disso, teve muitas conversas com o diretor José Luiz Villamarim. “É uma composição bem coletiva. A gente encontrava com o Guel [Arraes, autor] e isso é raríssimo, esse contato direto com o autor.”

Na série, Julia tem uma relação muito controladora com Otaviano. “Já na realidade, eu quero mais é que cada um viva a sua vida e me convide para tomar um chope”, brinca.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

89