04/04/2016

14:14

Por: Alberto Silva

Mulher do marqueteiro do PT tinha duas opções, salvar DILMA ou seu AP em New York

Sem sombra de dúvidas ela escolheu entregar DILMA com todos os detalhes que lhes foram perguntado. A delatora profissional Mônica Moura foi rápida no gatilho e fechou logo um acordo de delação com o Ministério Público Federal. Com o patrimônio em jogo, a esposa do marqueteiro João Santana não hesitou e entregou sua amiga Dilma Rousseff, com quem sempre teve muita intimidade e nenhuma “gratidão”.

Em sua delação, Mônica revelou aos procuradores que recebeu R$ 21 milhões via caixa dois da campanha de Dilma Rousseff de 2014. O dinheiro, previamente roubado da Petrobras, lhe foi repassado pela Odbrecht. Apesar de ter colocado a mão da grana, a publicitária informou que não ficou com todo o dinheiro e garantiu que uma parte serviu para pagar programas do PT na TV no horário gratuito.

O colunista do GLOBO, Lauro Jardim informa que Mônica também está negociando alguns imóveis que terá que entregar à justiça como forma de reembolsar o dinheiro que o PT roubou da Petrobrás e repassou para ela e seu marido.

Mônica negocia em nome do casal um acerto onde ela entregaria um apartamento de 305 metros de alto luxo em São Paulo, que custou cerca de R$ 7 milhões, dos quais R$ 3 milhões pagos aqui no Brasil e US$ 1 milhão repassados ao vendedor no exterior. O apartamento do casal em Nova York seria preservado. Assim, Mônica poderá se refugiar no exterior quando for solta, enquanto Dilma estará provavelmente ocupando uma cela na Papuda.

Mônica ainda firma que jamais ficará na cadeia segurando informações de LULA, DILMA ou do PT, jamais !!!
(Via agência)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

104