26/01/2016

12:41

Por: Alberto Silva

Muita sorte, cofre é encontrado na antiga casa de Pablo Escobar em Miami, nos EUA

Uma equipe que rastreava com picaretas e detectores de metais a antiga casa em Miami Beach (Flórida, EUA) do narcotraficante colombiano Pablo Escobar encontrou nesta segunda-feira (25) um cofre fechado de mais de 270 quilos.

A caixa-forte foi descoberta na manhã de segunda-feira sob os alicerces da casa que Escobar, morto há 22 anos em uma operação policial na cidade colombiana de Medellín, possuía em Miami Beach, e agora será transferida a um banco até que os proprietários decidam abri-la para averiguar seu conteúdo, informou o jornal “El Nuevo Herald”.

Antes, os donos da propriedade foram avisados por seus funcionários de que um outro cofre havia sido achado, escondido embaixo do piso de mármore. Entretanto, ele foi roubado nos últimos 30 dias, segundo os donos. Há uma investigação policial sobre o desaparecimento da caixa-forte).

Ainda não se sabe por enquanto se a segunda caixa-forte achada está cheia ou vazia.

Os proprietários da casa, o empresário Christian de Berdouare, fundador e gerente geral dos restaurantes Chicken Kitchen, e sua mulher, a jornalista Jennifer Valoppi, buscavam um possível quantia de dinheiro ou drogas que o fundador do Cartel de Medellín poderia ter escondido no imóvel.

Berdouare e sua mulher tinham suspeitas de que podia haver um tesouro escondido na casa que compraram em 2014 por US$ 10 milhões, um imóvel confiscado pelas autoridades americanas no final do anos 80 e, posteriormente, abandonado por seu proprietário anterior. Escobar tinha o costume de esconder dinheiro em todas suas mansões.

A casa se encontra em uma área de quase 700 metros quadrados em North Bay Road, mas suas descascadas paredes em rosa pastel e sua piscina abandonada não refletem a vida de excessos do grande magnata da droga dos anos 80.

No entanto, o novo proprietário assegurou que não lhe preocupa o suposto tesouro que poderiam achar, mas o que querem, por enquanto, é “destruir a casa para que a energia negativa desse sujeito vá embora”.

No entanto, dada a expectativa criada ao redor da mansão, Berdouare e sua mulher mandaram vasculhar as paredes e os pisos para o caso de haver compartimentos secretos com dinheiro, ouro, joias ou “até um cadáver”.

A expectativa é que os trabalhos dos “caçadores de tesouros” terminem nesta terça-feira para que comecem as tarefas de demolição da casa.

Escobar x El Chapo: semelhanças e diferenças entre os chefões do tráfico9 fotos

Em diferentes épocas, o colombiano Pablo Emilio Escobar Gaviria e o mexicano Joaquín Archivaldo Guzmán Loera foram considerados os maiores narcotraficantes do mundo. Morto em 1993, Escobar, ou El Patrón, foi o rei do tráfico de cocaína entre 1976 e 1993. El Chapo é hoje o número 1 na venda, não só de cocaína, mas também maconha, heroína e metanfetamina. Em comum, além de serem os mais procurados por autoridades americanas, ambos tiveram infâncias difíceis, promoveram um verdadeiro banho de sangue em seus países e tinham ambições ousadas: Escobar quis ser presidente da Colômbia, e chegou a ser deputado; El Chapo foi preso porque planejava um filme sobre sua própria vida. A parte curiosa é que Guzmán e Escobar já se encontraram, segundo o mexicano revelou na entrevista ao ator Sean Penn Leia mais Reprodução – Mexican Prison Authority

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

96