02/03/2016

20:35

Por: Alberto Silva

‘Michael Jackson’ tinha um animal de estimação, onde foi parar o chimpanzé ?

Por onde andas?? Bubbles (“Bolhas”, em inglês) está ficando velho. Sua barba está branca e ele ganhou entradas na cabeça. Ele se aposentou, mas pode estar apenas na metade da sua vida. Afinal, chimpanzés-celebridades saem dos holofotes cedo, aos 8 anos de idade, em média, mas podem viver até os 60, se forem bem cuidados.

Onde foi parar o animal de estimação que Michael Jackson fazia questão de posar em centenas de fotos?  Bubbles nasceu em um laboratório bioquímico e foi entregue muito jovem a treinadores até que, em 1986, se tornou o animal de estimação de Michael Jackson, então com 28 anos. Há inúmeras fotos dos dois juntos por essa época. Michael adorava posar com o seu pet vestindo roupas iguais. A imprensa também adorava fotografá-los dessa forma. Reza a lenda no showbiz que o cantor Prince certa vez deu drogas sintéticas para o pobre símio só para vê-lo doidão. Em 2003, Bubbles havia se tornado agressivo — o que é normal para um chimpanzé adulto — para a família Jackson, e ele foi entregue a um treinador. Em 2005, foi levado a um retiro de chimpanzés e orangotangos que já não servem mais para entreter humanos.

Uma reportagem de Dyllan Furness para o Miami New Times conta que Bubbles mudou muito desde que chegou ao Centro para Grandes Primatas, uma entidade sem fins lucrativos criada por Patti Ragan na Florida, em 1993. No começo, Bubbles não havia se descoberto um macho dominante. Ele era tímido, e ficava longe das fêmeas. Aos poucos foi se soltando. Curiosamente, ele é avesso a fotografias. Quando alguém aponta uma câmera para ele, reage virando de costas ou jogando areia ou água no retratista. Bubbles já teve sua cota de invasão de privacidade nos tempos em que vivia pendurado em Michael Jackson.

Seu maior amigo, atualmente, é o chimpanzé Ripley, que fez participações no film Ace Ventura, com Jim Carrey, e no seriado Seinfeld. Ripley, além de fazer companhia a Bubbles, gosta de pintar. Chegou a ficar em terceiro lugar num concurso de pintura para macacos. Outros 40 chimpanzés e orangotangos vivem no retiro da Florida, em uma área de 400.000 metros quadrados com muito verde. Cada um custa 20.000 dólares por ano para ser mantido. O dinheiro vem de doações.

Quando Michael Jackson morreu, em 2009, não deixou nada para Bubbles. Volta e meia, algum fã do cantor manda um presente para o seu antigo pet. Seu brinquedo favorito é mochilas com velcro. Os funcionários do centro não deram a notícia da morte ao chimpanzé. Ele não entenderia.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

104