24/07/2016

16:02

Por: Alberto Silva

Médico estoura cisto gigante do olho de criança e registra tudo em vídeo, assista tudo aqui…

Os cistos oculares são incrivelmente comuns em todo o mundo, embora sejam incomuns entre crianças. São causados por uma obstrução nos dutos lacrimais

O caso ocorreu em Sonsonante, El Salvador, quando uma criança deu entrada em um hospital com uma inflamação de crescimento lento que acabou formando uma protuberância que cobriu completamente o seu olho direito. O procedimento de remoção foi registrado em um vídeo pelo médico responsável, Dr. Alberto Cota.

O nódulo, conhecido como calázio e que normalmente desaparece com o passar do tempo, é mais comumente encontrado em pessoas com idades entre 30 a 50 anos. No entanto, a criança, que não foi identificada e não teve a idade revelada para preservá-la, ficou com o olho completamente bloqueado pelo cisto.

No vídeo, ele é visto deitado na cama de um hospital, enquanto o médico lhe diz para manter a calma. Logo, com a ajuda de um bisturi, ele faz uma abertura no cisto e imediatamente um pus de cor amarelada começa a derramar. Quando o fluxo é finalizado, a criança geme de dor e uma quantidade de sangue começa a aparecer na região.

No vídeo, ele é visto deitado na cama de um hospital, enquanto o médico lhe diz para manter a calma. Logo, com a ajuda de um bisturi, ele faz uma abertura no cisto e imediatamente um pus de cor amarelada começa a derramar. Quando o fluxo é finalizado, a criança geme de dor e uma quantidade de sangue começa a aparecer na região.

Os cistos oculares são incrivelmente comuns em todo o mundo, embora sejam incomuns entre crianças. São causados por uma obstrução nos dutos lacrimais, quando substâncias oleosas a partir do olho não são drenadas. Podem ser causados também por doenças de pele, como a rosácea. Eles crescem normalmente dentro de quatro dias, tornando-se vermelhos e inchados, porém são indolores.

O único tratamento disponível é a remoção do conteúdo por meio de incisão, geralmente realizada sob anestesia geral ou local – dependendo da gravidade. Logo, uma vez removido, a pele restante desaparece em alguns dias ou semanas. Confira o vídeo abaixo:

 

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

105