05/10/2016

15:36

Por: Alberto Silva

Justiça quer usar psicografia quando bandidos morrerem em confronto com a Polícia

Pensando nisso, a justiça brasileira quer determinar que seja feito o uso da psicografia para que um especialista paranormal entreviste a pessoa que morreu em confronto com a Policia para saber se realmente houve o confronto.

Há pouco tempo começou a vigorar no Brasil as audiências de custódia. Estas servem para que o preso seja apresentado em até 48 horas para o juiz quando for prisão em flagrante. Na audiência o juiz e o ministério publico entrevistam o preso para saber se ele foi bem tratado pelos policiais, se lhe foi oferecido chocolate, copos de agua e até se alguém gritou com eles. Caso o preso diga que foi maltratado, independente do crime que cometeu, quem vai para a prisão é o policial que o prendeu.

Porem o começou a ocorrer, é que nenhum policial mais quer prender ninguém, pois sabe que o preso vai complicar sua vida, e logo o numero de pessoas que morrem em confronto com a policia aumentou 80%. Pensando nisso, a justiça brasileira quer determinar que seja feito o uso da psicografia para que um especialista paranormal entreviste a pessoa que morreu em confronto com a Policia para saber se realmente houve o confronto.

“Não queremos deixar brechas para que Policiais malvados tirem a vida de pobres pessoas que devido a falta de oportunidades foram parar no mundo do crime” disse o promotor Eduardo Bolanhol Junior.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

92