10/06/2016

21:03

Por: Alberto Silva

Jornalista interrompe entrevista ao ser xingada de “leitoa” e rebate à altura

Casos de preconceito são vistos diariamente e geram muita polêmica, já que ainda vivemos em um mundo onde o valor das pessoas é analisado por suas características estéticas. Um exemplo claro desse tipo de absurdo foi visto hoje na página do Facebook do site EXTRA, enquanto uma entrevista ao vivo era feita pela jornalista Samanta Vicentini. Durante a transmissão ao vivo, Samanta lia os comentários dos internautas que interagiam com a jornalista, até que ela se viu sendo ofendida descaradamente por um dos usuários.

Com palavras agressivas como “gorda”, “gorducha” e “leitoa”, o homem se intitulou gordofóbico. Foi então que Samanta resolveu responder aos insultos na hora, interrompendo a entrevista por alguns segundos. “Gordo não é ofensa. Isso aqui é só embalagem. Falta de caráter é pior do que gordura”, disse. Depois de dar uma resposta magistral, ela seguiu normalmente com a entrevista.

Veja o vídeo abaixo, o momento da interrupção começa nos 30 minutos:

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

104