10/08/2016

10:26

Por: Alberto Silva

Irmão de artista global desaparece e assusta a Rede Globo, entenda…

Giuliano deixou São Paulo de carro e sumiu a caminho do Rio de Janeiro

O desaparecimento do irmão do ator Marco Ricca, o produtor cultural Giuliano Ricca, de 49 anos, ainda é um mistério para a polícia. Ele está desaparecido desde o dia 19 de outubro de 2014, segundo um comunicado divulgado pela família do ator. Na época, Giuliano tinha deixado São Paulo de carro e sumiu a caminho do Rio de Janeiro.

Segundo o site ‘R7’, André Mello, ex-sócio de Giuliano em uma produtora em São Paulo, disse que infelizmente, não se tem nenhuma notícia sobre o amigo.

A hipótese de que o irmão do ator Marco Ricca tenha sido sequestrado foi descartada pelos investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Polícia Federal, Polícia Civil no início das investigações, disse André.

Ainda segundo a publicação, em dezembro de 2014, dois meses após o desaparecimento de Giuliano, o ator Marco Ricca soltou um comunicado à imprensa sobre o sumiço do irmão. A família de Ricca pedia qualquer informação que pudesse levar ao paradeiro do produtor cultural.

Os sigilos bancários e telefônico de Giuliano foram quebrados e até o momento nada foi encontrado. Quem está à frente do caso é o próprio ator Marco Ricca, que segundo André, já não tem mais esperanças de encontrar o irmão vivo.

Ainda segundo a publicação, em dezembro de 2014, dois meses após o desaparecimento de Giuliano, o ator Marco Ricca soltou um comunicado à imprensa sobre o sumiço do irmão. A família de Ricca pedia qualquer informação que pudesse levar ao paradeiro do produtor cultural.

Confira a nota do ator sobre o desaparecimento:

“Eu e minha família estamos passando por um momento muito difícil. Desde o dia 19 de outubro de 2014, meu irmão Giuliano Ricca, produtor cultural, desapareceu enquanto viajava em seu carro CRV Preta, placa EMO 9888, saindo de São Paulo para o Rio de Janeiro, pela Rodovia Presidente Dutra.Durante todo este tempo contei com o apoio da Polícia Civil de São Paulo, que investiga o caso. A decisão de não divulgar o desaparecimento do Giuliano, até agora, mesmo com indagações por parte da imprensa, foi para não prejudicar o andamento das investigações e nem comprometer o sigilo das informações.

Porém, chegamos a um ponto em que qualquer dado sobre o paradeiro do meu irmão é fundamental para a conclusão do caso. A família agradece o trabalho incansável da Polícia Civil de São Paulo, a solidariedade dos inúmeros amigos e o apoio da imprensa na publicação da foto abaixo. Para informações sobre o Giuliano, por favor, entrar em contato com Centro de Comunicações do DHPP – CECOP, através do telefone (11) 3311-3950 e através dos emails [email protected] e [email protected]

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

90