12/05/2016

13:10

Por: Alberto Silva

Inconformada DILMA vai para o Facebook e diz que é “Golpe”

A presidente afastada Dilma Rousseff usou o Facebook para fazer a primeira manifestação após o Senado aprovar a abertura do processo de impeachment contra ela. A petista voltou a chamar de “golpe” a votação no Senado

“Sem conseguir apontar o crime cometido, o Senado Federal decidiu afastar a presidenta Dilma e prosseguir com o impeachment. O ministro José Eduardo Cardozo, da Advocacia-Geral da União, destacou que se está cometendo uma injustiça histórica, em que procedimentos, como o direito de defesa, são usados para oferecer legitimidade a um processo que rasga a Constituição”, descreveu Dilma na rede social por volta das 7h, cerca de 20 minutos depois da votação.

Dilma ficará oficialmente afastada do cargo por até 180 dias  após ser notificada da decisão do Senado, o que deve ocorrer ainda na manhã de hoje. O processo no Senado, no entanto, pode acabar antes dos seis meses. Se for considerada culpada, ela sai do cargo definitivamente e perde os direitos políticos por oito anos (não pode se candidatar a nenhum cargo). Temer será o presidente até o fim de 2018. Se for inocentada, volta à Presidência.

Mais tarde, também em sua conta no site, Dilma relembrou o discurso de Cardozo na casa. Reforçando o discurso de “golpe”, a presidente afastada afirmou que a AGU “lembrou que se está usando pretextos jurídicos para tirar do poder uma presidente legitimamente eleita do poder em uma injustiça histórica”.

“Quanto mais uma palavra se aproxima da realidade que se quer esconder, maior o incomodo que seu uso traz”, disse Cardozo, referindo-se à expressão “golpe”. A presidente deverá se pronunciar ainda nesta quinta-feira, em Brasília.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

103