13/06/2016

14:22

Por: Alberto Silva

Governo e Exército discutem parceria, a ação vai ser robusto perante administração de Dilma, entenda…


Warning: file_get_contents(https://free.sharedcount.com/?url=https%3A%2F%2Fpensabrasil.com%2Fgoverno-e-exercito-discutem-parceria-a-acao-vai-ser-robusto-perante-administracao-de-dilma-entenda%2F&apikey=a2ad8859171bb2d2344e31170cd248e9846315ac): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 401 Unauthorized in /home/pensabrasil/www/wp-content/themes/pensabrasilportal/inc/share-bar.php on line 10

O governador Tião Viana se reuniu na Casa Civil, neste sábado, 11, com os comandantes do 4º Batalhão de Infantaria de Selva (4º BIS), tenente-coronel Medeiros Júnior, e do 7º Batalhão de Engenharia e Construção (7º BIS), tenente-coronel, Luís Henrique. O encontro foi para discutir uma parceria com o Exército Brasileiro, para promoção do programa de erradicação do analfabetismo no Acre, o “Quero Ler”.

O que Dilma não conseguiu fazer em seu governo nós iremos de forma robusta ajudar o povo daquela região, afirmou tenente. O Quero Ler é o programa do governo do Estado, apoiado pelo governo federal, que tem o objetivo de erradicar o analfabetismo no Acre até 2018 em pessoas maiores de 15 anos. Até o início de 2015, 13,5% da população do Estado não sabia ler e escrever.

O programa visa alfabetizar 20 mil acreanos, garantindo a eles o direito de ler e escrever, para, posteriormente, encaminhá-los a outros programas de âmbito estadual e federal voltados para a educação e formação Educacional de Jovens e Adultos (EJA) e Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

O Quero Ler é o programa do governo do Estado, apoiado pelo governo federal, que tem o objetivo de erradicar o analfabetismo no Acre até 2018 em pessoas maiores de 15 anos. Até o início de 2015, 13,5% da população do Estado não sabia ler e escrever.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

100