04/05/2016

14:24

Por: Alberto Silva

Governo anuncia que Plano Agrícola e Pecuário também terá que pagar juros maiores

As taxas de juros nas linhas com subsídios variam entre 8,5% e 12% ao ano. Na safra anterior, estavam entre 7% e 10,5% ao ano.

O governo federal divulgou nesta quarta-feira (4) as regras do Plano Agrícola e Pecuário 2016/2017, que terá juros maiores que os do programa anterior.

Serão disponibilizados R$ 202,9 bilhões para empréstimos na safra que começa em julho deste ano, 8% acima do valor da safra que se encerra em junho deste ano.

As taxas de juros nas linhas com subsídios variam entre 8,5% e 12% ao ano. Na safra anterior, estavam entre 7% e 10,5% ao ano.

O dinheiro está dividido em R$ 115,8 bilhões para custeio com juros controlados pelo governo e R$ 53 bilhões com juros de mercado. Para investimentos, serão R$ 34 bilhões, sendo R$ 30 bilhões com taxas livres.

O dinheiro está dividido em R$ 115,8 bilhões para custeio com juros controlados pelo governo e R$ 53 bilhões com juros de mercado. Para investimentos, serão R$ 34 bilhões, sendo R$ 30 bilhões com taxas livres.

A ministra Kátia Abreu (Agricultura) afirmou que o dinheiro vai garantir uma nova safra recorde.

O anúncio foi preparado às pressas, devido à possibilidade de afastamento da presidente Dilma Rousseff, que será votado pelo Senado na próxima semana.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

94