28/06/2016

21:13

Por: Alberto Silva

Golpe do Cartão Trocado: conheça esse novo golpe

Criminosos se passam por funcionários das unidades bancárias para abordar especialmente idosos. Eles simulam que houve algum problema com a operação realizada e, em um momento de deslize da vítima, trocam o cartão dela por de outra pessoa.

Um golpe cujo principal foco são os idosos está causando um rombo nas contas bancárias de mineiros. Apenas neste mês, ao menos R$ 77 mil foram levados de correntistas no Estado mineiro, palco de um crime dessa natureza todos os dias. A Polícia Civil admite que a artimanha, cada vez mais frequente, está na mira das investigações.

O golpe tem variações na forma como é aplicado, mas consiste em uma mesma lógica. Criminosos se passam por funcionários das unidades bancárias para abordar especialmente idosos. Eles simulam que houve algum problema com a operação realizada e, em um momento de deslize da vítima, trocam o cartão dela por de outra pessoa.

Até que a pessoa perceba o crime, os bandidos já fizeram transferências, saques e até mesmo pedidos de empréstimos. O golpe mais recente ocorreu na segunda-feira (27), em um banco do bairro Santo Antônio, na Zona Sul de Belo Horizonte. Um idoso de 73 anos só percebeu ter sido vítima quando tentou fazer uma operação e teve a senha bloqueada. Por sorte, os criminosos só levaram R$ 144.

Mas normalmente o prejuízo não é tão suave. Uma professora de 54 anos teve um rombo na conta de R$ 15,6 mil em Unaí, Noroeste de Minas Gerais.

Mas normalmente o prejuízo não é tão suave. Uma professora de 54 anos teve um rombo na conta de R$ 15,6 mil em Unaí, Noroeste de Minas Gerais. No início do mês, ela foi abordada por uma mulher loira, com aparentemente 30 anos, quando fazia operações em uma unidade bancária. Uma semana depois, quando tirou o extrato bancário, o susto. A criminosa havia furtado através de pedido de empréstimo (R$ 8 mil), adiantamento do 13º salário (R$ 2,4 mil), além de transferências e compras – em uma delas, nas Lojas Americanas, gastou R$ 2,1 mil.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

106