02/04/2016

21:02

Por: Alberto Silva

General do Exército revela acordo de STF e Dilma com portas fechadas

Tudo começou depois que o Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, decidiu dar a decisão de tirar as investigações sobre o ex-presidente Lula das mãos do juiz federal Sérgio Moro

O Jeito PT de ser e de governar … Quando você acha que não vai ver mais nada de revelador na atual crise que atinge o governo brasileiro, surge uma informação importante, que bota ainda mais pressão nos dois lados, o que defendem e os que são contrários aogoverno da presidente Dilma Rousseff. Nessa semana, o General-de-brigada do Exército brasileiro, Paulo Chagas, fez críticas contundentes aos que governam o território nacional. As críticas apesar de pessoais e não oficiais do próprio Exército, acabaram alimentando a “semente da discórdia” de todos os lados.

Tudo começou depois que o Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, decidiu dar a decisão de tirar as investigações sobre o ex-presidente Lula das mãos do juiz federal Sérgio Moro, que está a frente da Operação Lava-Jato a mais de dois anos. Tal decisão, deixou nas mãos da mais alta corte do país o papel de decidir, por exemplo, se Lula seria ou não preso preventivamente. Enquanto isso, o juiz de Curitiba, já havia divulgado áudios interceptados pela polícia federal que sugerem que Luiz Inácio Lula da Silva estava tentando atrapalhar as investigações da PF.

A decisão do Ministro revoltou o General Paulo Chagas, como informou Leandro Cari neste sábado, 26. Clique aqui para ler a matéria completa. De acordo com o General-de-brigada, o Ministro da mais alta suprema corte teria apenas dado sua decisão como agradecimento ao Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, que não teria se intimidado com as atuais decisões que acontecem no Brasil.

Paulo Chagas diz ainda que Teori teria apoiado por meio de vias transversas um governo corrupto. A revelação contra Dilma Rousseff pegou muita gente de surpresa. Ele ainda lembrou em seu discurso que pelo menos Lula não era mais Ministro da Casa Civil. Mas não para por aí. A crítica chega em um momento polêmico, quando o general afirma que o Ministro do STF teria premeditado sua decisão em um encontro a portas fechados. De acordo com ele, tudo indica que o governo já até sabia da decisão antes mesmo dela ter sido manifestada.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

loading...
93