06/08/2016

15:23

Por: Alberto Silva

Galvão Bueno e Glória Maria não se entendem na transmissão da Globo

Glória e Galvão, aliás, em vários momentos "duelaram" nas informações e na descrição do que estava acontecendo.

A Globo reuniu um time de peso para a transmissão da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. Convocou seu principal narrador, o lendário Galvão Bueno, dois de seus mais consagrados repórteres, Marcos Uchôa e Renato Ribeiro, e a carismática e veterana repórter Glória Maria.

Glória e Galvão, aliás, em vários momentos “duelaram” nas informações e na descrição do que estava acontecendo. O Uol mencionou alguns momentos de “atrito” entre eles.

Ainda no início da transmissão, o narrador achou que um dos efeitos especiais estivessem mostrando travesseiros, e Glória corrigiu: “São tambores”. No momento da chegada dos imigrantes, Galvão disse: “Aí vem os japoneses”. E a repórter pontuou: “São os asiáticos”.

Também foi interessante notar o momento em que Galvão pediu para que o grupo falasse pouco e observasse. Em poucos segundos, Glória já estava falando novamente, e o narrador cortou: “Vamos ouvir, Glória”.

Outro momento de discórdia entre eles foi quando Glória colocou o jamaicano Usain Bolt no hall das lendas do esporte. Galvão não concordou e mencionou Pelé e Muhammada Ali.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

93