20/06/2016

14:22

Por: Alberto Silva

Em áudio, traficantes comemoram resgate em hospital do Rio

'Trouxemos, mané, trouxemos, p....', dizem os criminosos após libertação. Fantástico mostrou que Polícia Civil pediu reforço para custódia na sexta.

‘Trouxemos, mané, trouxemos, p….’, dizem os criminosos após libertação.
Fantástico mostrou que Polícia Civil pediu reforço para custódia na sexta.

O resgate cinematográfico de um traficante, em custódia no 6º andar do hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio, rendeu comemorações dos criminosos que participaram da ação. Em áudio divulgado pelo Fantástico, eles afirmam que “trouxeram” Nicolas Labre Pereira de Jesus, conhecido como Fat Family, de novo para as ruas. Ouça o áudio e veja a reportagem no vídeo acima.

“Trouxemos, mané, trouxemos o mano, p… O mano tá na rua com nóis.
Nós fomos lá e buscamos. O amigo tá aqui, tá bem, mas tá aqui”, dizem os traficantes”, em um dos trechos.

A polícia está investigando as visitas feitas ao traficante desde a segunda-feira (13) quando ele deu entrada no hospital após ser ferido em confronto com a polícia, no Morro Santo Amaro, no Catete, Zona Sul. Segundo o delegado Rivaldo Barbosa, chefe da Divisão de Homicídios, o traficante recebeu a visita de advogados e chegou a utilizar um celular.

Segundo a secretaria, recursos para pleno funcionamento do hospital que deverá receber mais presos poderão ser conseguidos com as secretarias de Defesa Civil e de Saúde. Beltrame também não descarta pedir auxílio ao Ministério da Defesa.

Pedido de reforço
O Fantástico também teve acesso ao relatório da Coordenadoria de Comunicações Operações Policiais (Cecopol), que afirmava que a Delegacia de combate às Drogas (Dcod) pediu na sexta-feira reforço para o preso Nicolas de Jesus, porque havia informações de que tentariam resgatá-lo. Apesar da advertência, apenas cinco PMs faziam a segurança do hospital no momento da ação.

tiroteiro no hospital souza aguiar (Foto: Infografia G1)

Fat Family estava internado desde segunda-feira (13), e segundo o hospital, faria uma cirurgia na segunda-feira (20).

No estacionamento do hospital, houve troca de tiros entre os traficantes e um policial militar que não estava de serviço. Ele dirigia um carro e levava um amigo pra emergência. O amigo, Ronaldo Luiz Marriel de Souza, foi atingido e morreu. O PM e um enfermeiro também foram baleados.

Beltrame quer transferência
O secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, definiu na noite deste domingo que vai oficiar o governador em exercício, Francisco Dornelles, para que o Hospital Penitenciário Dr. Hamilton Agostinho Vieira de Castro, em Bangu, Zona Oeste do Rio passe a ser o único centro de recebimento de presos custodiados em todo o estado. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança.

Segundo a secretaria, recursos para pleno funcionamento do hospital que deverá receber mais presos poderão ser conseguidos com as secretarias de Defesa Civil e de Saúde. Beltrame também não descarta pedir auxílio ao Ministério da Defesa.

A assessoria do secretário informou ao G1 que se for preciso será montado um hospital de campanha dentro do Complexo de Gericinó, em Bangu.

A medida, foi anunciada após reunião da cúpula da segurança no Estado no Centro Integrado de Comando e Controle.

O secretário também decidiu pedir ao governo federal a transferência do preso Edson Pereira Firmino de Jesus. O traficante Edson Pereira, conhecido como Zaca, é tio do traficante “My Thor” e de “Fat Family”. Zaca, que atualmente está preso em Bangu 3,  deve ser transferido para um presídio federal fora do Estado. Outras medidas de segurança ainda estão sendo estudadas pela pasta.

Computador da unidade hospitalar foi atingido por bala (Foto: Arquivo Pessoal)Computador da unidade hospitalar foi
atingido por bala (Foto: Arquivo Pessoal)

Ação cinematográfica
Segundo a Polícia, às três e meia da manhã, pelo menos vinte traficantes entraram na emergência armados com fuzis, pistolas e granadas. O motorista de uma ambulância disse que os bandidos usavam toucas e chegaram atirando.

“Estava dentro da ambulância descansando. Por volta das 3h30 para 4h eu escutei o primeiro tiro. Aí foi uma sequência de rajadas. Muito tiro, muito tiro. Aí logo em seguida o alarme do meu carro disparou e o celular ia tocar o alarm. Eu me rastejei para dentro da ambulância e tirei do carregador e nisso deu a explosão da granada. E os tiros comendo.”, disse ele.

Um grupo subiu até o sexto andar, onde o traficante estava internado na ortopedia. Outros cinco pacientes dividiam a mesma sala.

O criminoso é um dos chefe do tráfico no morro de Santo Amaro. Os dois policiais que faziam a escolta do traficante no hospital não reagiram.

A invasão ao hospital Souza Aguiar foi destaque na imprensa internacional. O canal de TV americano ABC News lembrou que o hospital é um dos cinco destinados aos turistas durante a olimpíada, e que é o mais perto do estádio do Maracanã, onde vai acontecer a cerimônia de abertura dos jogos.

Cartaz oferece recompensa por traficante resgatado  no Souza Aguiar (Foto: Divultação/Disque Denúncia)
por traficante resgatado no Souza Aguiar
(Foto: Divultação/Disque Denúncia)

Recompensa de R$ 3 mil
O Disque-Denúncia divulgou na tarde deste domingo um cartaz oferecendo recompensa de R$ 3 mil por informações sobre a localização do traficante resgatado do hospital.

Quem tiver informações que possam levar a prisão do traficante, denuncie pelos seguintes locais: Whatsapp ou Telegram telefone (21) 96802-1650, pelo facebook   https://www.facebook.com/procurados.org, e também pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177. O anonimato é garantido.

O traficante foi baleado no rosto durante troca de tiros com os agentes da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), na segunda-feira (13). “Fat Family” foi socorrido e levado para o Souza Aguiar.

Com ele foi apreendida uma pistola CZ, calibre 09mm, com carregadores e munições. Na mesma operação foram presos Fabiano Juvenal da Silva, vulgo Jabá, 26, e Luiz Alberto Araújo da Silva, vulgo “Da Lapa” ou “Bolão”, 27. Este último é indicado pelos agentes como o responsável por todos os pontos de venda de drogas na Lapa, região central da cidade.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

loading...
94