24/07/2016

10:32

Por: Alberto Silva

Eleições em São Paulo, a maior cidade do Brasil já tem liderança política para colocar um ponto final no PT.

O sonho de Russomanno é contar com Andrea Matarazzo (PSD) como vice, que na pesquisa para prefeito tem apenas 3% das intenções de votos. O vereador, porém, já discute ser vice de Marta.

O deputado federal Celso Russomanno, do PRB, sobe ao palanque neste domingo (24) para se lançar candidato a prefeito de São Paulo com números que sugerem que ele seja o favorito da disputa.

Segundo a última pesquisa do Datafolha, ele tem 25% das intenções de votos, nove pontos à frente da segunda colocada Marta Suplicy (PMDB). Nas simulações sobre o segundo turno, ele venceria qualquer adversário.

O favoritismo dos números, porém, esconde uma candidatura que vive sob a sombra de uma decisão judicial que pode anulá-la.

Russomanno foi condenado em primeira instância em 2014 por utilizar verba pública para remunerar uma funcionária de sua empresa privada. Ele recorreu da sentença ao Supremo Tribunal Federal (STF) e agora, se for condenado, será enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que diz que condenado por órgão colegiado torna-se inelegível.

Por isso, é vista com ressalvas dentro do próprio partido e não atraiu legendas de peso para a aliança.

Russomanno foi condenado em primeira instância em 2014 por utilizar verba pública para remunerar uma funcionária de sua empresa privada. Ele recorreu da sentença ao Supremo Tribunal Federal (STF) e agora, se for condenado, será enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que diz que condenado por órgão colegiado torna-se inelegível.

Com tamanha indefinição, o deputado vai para convenção apoiado apenas pelo PSC e pelos nanicos PTN e PEN. Perdeu o apoio do PTB e até agora não tem um nome para vice-prefeito na chapa.

“Estamos conversando, mas lutamos contra o PT, que tem a máquina do governo municipal, o PSDB, que tem o Estado, e o PMDB, com a máquina federal”, justifica Aildo Ferreira, presidente municipal do PRB.

O sonho de Russomanno é contar com Andrea Matarazzo (PSD) como vice, que na pesquisa para prefeito tem apenas 3% das intenções de votos. O vereador, porém, já discute ser vice de Marta.

O PRB tenta atrair Matarazzo com a promessa de que ele viria para a cabeça da chapa no caso da anulação da candidatura de Russomanno.

Os dirigentes do PRB negam publicamente que tenham planos para o caso de a candidatura ser barrada.

“Se não confiássemos no candidato, não estaríamos preparando um lançamento desse tamanho”, disse Ferreira, que prevê que cerca de 3.000 pessoas compareçam ao lançamento da candidatura. Um nome do próprio PRB deve ser indicado como vice caso as negociações com Matarazzo fracassem mesmo.

O marketing da campanha de Russomanno será feito por Duda Lima, ex-publicitário do PP. Ricardo Bérgamo, marqueteiro responsável por sua campanha a prefeitura em 2012, fará a campanha de Jorge Wilson, também do PRB, à Prefeitura de Guarulhos.

A mudança foi vista como preferência do partido pelo candidato que é uma espécie de genérico de Russomanno.

A notoriedade de Wilson também vem de programas de televisão populares e sua bandeira é a da defesa dos direitos do consumidor. Russomanno e ele fizeram dobradinha na eleição de 2014, um elegendo-se para a Câmara e o outro para a Assembleia.

As indefinições sobre Russomanno devem acabar no início de agosto, já que a ministra Carmen Lúcia, relatora do processo contra ele no Supremo, colocou o recurso na pauta para ser votado logo na volta do recesso do Poder Judiciário.

A Procuradoria-Geral da República enviou parecer pedindo a condenação. Para chegar à prefeitura, não basta a Russomanno convencer os eleitores paulistanos. Precisa antes dos votos dos ministros do Supremo.

*

CELSO RUSSOMANNO (PRB), 59

25% NO DATAFOLHA

  • Vice Indefinido
  • Alianças PTN, PEN e PSC
  • Marqueteiro Duda Lima
  • Gasto estimado Sem previsão. Na eleição passada foi R$ 6,9 milhões
  • Pontos fortes lidera as pesquisas, é conhecido do eleitorado, conta com apoio dos evangélicos
  • Pontos fracos candidatura ser impugnada na justiça, aliança restrita e só com partidos pequenos

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

loading...
94